Santos

Carille comenta sobre futuro no Santos: ‘Estamos muito felizes’

CArille
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Na última terça-feira (30), o técnico Fábio Carille falou a respeito de seu futuro no Santos. O treinador foi contratado em setembro deste ano e já deve iniciar as conversas com a diretoria para definir sua situação.

Quer ficar por dentro de tudo sobre o Peixe? Então siga o Esporte News Mundo no TWITTERINSTAGRAM e FACEBOOK. E não se esqueça de se inscrever no nosso canal no YOUTUBE!

– Eu mesmo não quis conversar porque o momento era muito delicado. Não estamos livres ainda matematicamente, com 46 pontos, mas sabemos que é difícil cair. Temos alguns dias antes do Flamengo e depois terminamos com o Cuiabá. Não quis conversar sobre para me envolver apenas com 2021. Mas eu garanto: neste pouco tempo, já foi um crescimento profissional e pessoal muito grande nesse meu segundo trabalho no Brasil – disse Carille, em entrevista ao Bandsports.

– Houve conversa, sim. Sei que ligaram para meu empresário. Tanto Edu Dracena quanto o presidente. Mas eu mesmo evitei por causa do momento delicado do Santos. Acredito que agora dá para falar um pouquinho mais, apesar de não querer. Eu acho que é momento, está passando da hora. Faltam nove dias para o fim da temporada. Vamos ver o que vai acontecer. Eu e toda a comissão estamos muito felizes. Acredito que não haverá dificuldade e será fácil. Vejo o Santos se ajeitando na pré-temporada e não precisa de muitas coisas ao meu ver – complementou posteriormente.

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE O PEIXE:

+ Atuações ENM: Marcos Leonardo se destaca novamente em empate do Santos contra o Internacional

+Santos empata com o Internacional fora de casa

+ Santos anuncia novo patrocinador por quantia milionária

+Marcos Leonardo comemora “alívio” após vitória e projeta “três finais” para o Santos

Atualmente, o Peixe ocupa a 11ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 46 pontos. Apesar de não estar matematicamente livre do rebaixamento, a equipe pode até sonhar com uma vaga na pré-Libertadores.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top