Santos

Carille desembarca no Brasil e confirma conversas com o Santos: ‘É chegar e fazer um grande trabalho’

Carille
Foto: Reprodução/Instagram pessoal do treinador Fábio Carille

Nesta terça-feira (7), o técnico Fábio Carille chegou ao Brasil. Ainda no Aeroporto de Guarulhos, o treinador falou sobre as conversas com o Santos e já analisou o elenco com o qual deverá trabalhar no Peixe.

QUER FICAR POR DENTRO DE TUDO SOBRE O SANTOS? ENTÃO SIGA O ESPORTE NEWS MUNDO NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK. E NÃO SE ESQUEÇA DE SE INSCREVER NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE!

– Acabei de falar com meu empresário. Existe, sim, uma conversa com o presidente Rueda, mas tudo muito novo. Vou me encontrar com as pessoas que cuidam da minha carreira para cuidar melhor de tudo isso – disse Carille.

– É um clube que se fortaleceu nos últimos dias, chegando Tardelli, Baptistão, o zagueiro Velásquez. Dei uma olhada no aeroporto sobre tudo isso quando vi a possibilidade que existia. É chegar e fazer um grande trabalho com o entendimento de todos para que o Santos melhore – analisou o treinador.

Muito se falou sobre o estilo de jogo do treinador, assim que seu nome começou a ser especulado. Já em sua chegada ao Brasil, Fábio Carille explicou que não se preocupa com o “DNA ofensivo” do Santos.

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE O SANTOS:

+Jandrei é apresentado no Santos e se diz preparado para jogar: ‘Se o professor Diniz precisar, vou estar pronto’

+Diego Tardelli veste a camisa 99 do Santos e é apresentado: ‘É um privilégio muito grande’

+Léo Baptistão diz que estilo de jogo “sem medo de ser feliz” de Diniz foi um atrativo para acerto com o Santos

+Léo Baptistão veste a camisa 9, é apresentado no Santos e se coloca à disposição de Diniz: ‘Estou preparado para jogar’

– Não me preocupa. Aceitei um desafio pior no Ittihad. Últimas três temporadas tiveram 11 técnicos. E eu fiquei um ano e sete meses. É resultado, sabemos, mas sem medo de encarar. Sabia desde que escolhi a profissão – explicou o treinador.

– Dei continuidade no Corinthians do que aprendi, DNA implantado pelo Mano em 2008 e 2009, veio o Tite e dei sequência. Meu trabalho no Ittihad mostra diferenças, assim como o Corinthians principalmente em 2018, que propunha e ficava com a bola – concluiu.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top