Automobilismo

Carlos Sainz reclama de dores no pescoço, mas aprova terceiro lugar em Miami

Foto: Reprodução/Twitter @f1

Após duas provas em que ficou devendo, Carlos Sainz voltou ao pódio no GP de Miami, neste domingo (8). O espanhol largou em segundo, mas acabou na terceira colocação, já que as duas Ferraris foram superadas por Max Verstappen. Ele revelou que teve muitas dificuldades durante a prova por causa de dores no pescoço, que ocorreram por causa da batida no treino livre de sexta.

– Eu já estive melhor. Depois da batida de sexta eu tive dor no pescoço, mas consegui fazer a corrida assim. Consegui segurar o Pérez no final. Foi um bom resultado. Não foi fácil, o carro estava derrapando demais. No final, cheguei na posição que eu mereci – resumiu o piloto.

Com os 15 pontos que somou, Carlos Sainz chegou a 58 e ocupa a quinta colocação na classificação, estando 46 pontos atrás do seu companheiro de Ferrari e líder da temporada, Charles Leclerc. Ele também está atrás dos pilotos da Red Bul e de George Russell, da Mercedes.

A próxima corrida da temporada, sexta em 2022, será na Espanha, no GP de Barcelona, no dia 22 de maio.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top