Vasco

CBF confirma volta de confronto entre Vasco e Bahia para o domingo

Vasco Bahia CBF
Foto: Daniel Ramalho/Vasco

Depois de muitas conversas e trocas de documentos, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou que a partida entre Vasco e Bahia, pela sétima rodada da Série B, será realizada na sua data e horários originais: domingo (15), às 16h, em São Januário. Na madrugada desta terça-feira, a entidade havia anunciado uma mudança para segunda-feira (16), às 19h, mas a partida retornou ao domingo após uma “nova avaliação da Polícia Militar”.

Anteriormente, também por pedido da Polícia Militar, a CBF havia adiado o jogo do Vasco para segunda-feira por causa da realização de Botafogo x Fortaleza, no Nilton Santos, pela sexta rodada da Série A, que também estava marcado para domingo, às 18h, mas que passaria para 16h. A PM tinha recomendado que não se realizassem dois jogos na mesma cidade por falta de efetivo para fazer a segurança dos dois eventos.

+ Contestado por torcida do Vasco, Zé Ricardo é abraçado por jogadores: ‘Vou correr por ele’, diz Anderson Conceição

Pego de surpresa com a decisão, da qual não foi consultado, o Vasco ficou insatisfeito e iniciou os contatos com a PM, Ferj e CBF desde o começo da manhã desta terça-feira para tentar reverter a situação, o que foi confirmado nesta noite. Em nota oficial, o clube informou que “após gestões da Diretoria Administrativa, conseguiu fazer com que o jogo contra o Bahia retornasse ao dia e horários marcados previamente: domingo, dia 15 de maio, 16h, em São Januário”. O Vasco também agradeceu à CBF, à FFERJ e à Polícia Militar “pela compreensão e pela decisão, que beneficia o esporte e, principalmente, nosso torcedor”.

O Vasco vai iniciar a venda de ingressos para a partida contra o Bahia na próxima quarta-feira, às 10h. Bahia e Vasco estão na parte de cima da tabela do Campeonato Brasileiro. O Bahia é o líder da Série B, com 13 pontos, enquanto o Vasco é o quinto colocado, com 10.

Siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitterFacebook e Youtube.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top