Esportes olímpicos

CBV confirma três amistosos do Brasil contra a Venezuela no Rio

Seleção masculina de Vôlei
Foto: Marcos Ribolli/Vôlei Renata

A CBV informou ,na tarde desta quinta-feira (13), que a Seleção Brasileira masculina de vôlei enfrentará a Venezuela em três amistosos na próxima semana. Os jogos vão ocorrer nos dias 21,22 e 23 de maio na Arena Carioca 3, no Parque Olímpico, Rio de Janeiro, com portões fechados, e irão servir de treinamento para a Liga das Nações. Com a ausência de Renan Dal Zotto, que se recupera da COVID-19, o time será comandado pelo assistente Carlos Schwanke.

+Atletas do remo disputam a última chance de vagas para as Olimpíadas

Brasil e Venezuela se enfrentarão às 19h no dia 21; às 17h no dia 22, e às 10h05 no dia 23. O grupo irá embarcar para a Itália neste mesmo dia do último amistoso, sede da Liga das Nações que vai ocorrer entre os dias 28 de maio e 27 de junho. Todos os jogos terão transmissão ao vivo do SporTV 2, sendo que o terceiro será mostrado também pela TV Globo. A Venezuela está classificada e será uma das seleções participantes dos Jogos de Tóquio.

+Jogos Olímpicos podem ser cancelados após petição do Sindicato dos Médicos do Japão

Sobre a troca no comando da Seleção Brasileira, a gerente de seleções da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), Julia Silva, afirmou que a decisão pelo comando da seleção foi tomada em conjunto. Já o assistente Carlos Schwanke, não conteve sua satisfação ao falar da oportunidade de realização dos amistosos.

+ Notícias sobre esportes olímpicos

– Estamos em uma fase muito importante da preparação. Agora com o grupo completo podemos ter a real situação em que todos se encontram fisicamente. Trabalho técnico e tático evoluindo bem durante as semanas. Acredito que os amistosos vão servir para nortear ainda mais a comissão técnica e preparar para o início da VNL. Os jogos amistosos serão muito importantes para dar oportunidade para todos jogarem – analisou o técnico interino.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top