Ceará

Ceará está entre as equipes com menos derrotas no Brasileirão 2021

Foto: Israel Simonton / Ceará SC

Depois de empatar com o Atlético-GO, fora de casa, o Ceará chegou ao terceiro jogo consecutivo sem derrotas no Campeonato Brasileiro. O time comandando por Tiago Nunes vive boa fase, está na 9ª posição do torneio com 46 pontos e sonha com uma vaga em uma competição internacional pelo segundo ano seguido.

Apesar de não figurar nas primeiras colocações da Série A, o Vozão está na lista das equipes que menos perderam na atual edição do Brasileirão. O Alvinegro de Porangabuçu possui apenas oito derrotas, ao lado do Red Bull Bragantino, e está atrás do Flamengo, 2º colocado, com sete, e do líder Atlético-MG, com cinco.

+ Para saber tudo sobre o Ceará, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Em 34 jogos disputados no Brasileirão, o Ceará possui 10 vitórias, 16 empates e oito derrotas. Depois de um início conturbado sob o comando do técnico Tiago Nunes, o Vozão conseguiu se reestabelecer na competição, afastou o risco de rebaixamento e, em casa, vem de três vitórias consecutivas, sem contar o triunfo diante do Fortaleza, que também aconteceu na Arena Castelão, mas com mando do maior rival.

Atuando como mandante, o Ceará possui apenas duas derrotas, contra Bahia e Palmeiras. Como visitante, a equipe foi superada por Atlético-MG, Santos, Corinthians, Athletico-PR, Grêmio e América-MG.

+ LEIA MAIS| Ceará é um dos sete clubes da elite do futebol brasileiro com cláusulas antirracistas em seus contratos

Na próxima quinta-feira (25), o Ceará recebe o Corinthians, às 20h, na Arena Castelão. Em mais um confronto com o apoio do torcedor, o Vozão espera conseguir mais uma vitória e continuar a série invicta, ainda mais com seu principal jogador vivendo um ótimo momento. Vina nos últimos seis jogos, marcou cinco gols.

Para o duelo, na última atualização feita pelo clube nas redes sociais, já foram confirmadas mais de 12.000 pessoas. A expectativa é de mais uma vez o estádio receber um bom público.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top