Ceará

Ceará repete 2010 e garante vaga na Sul-Americana diante de clube paranaense na 37ª rodada do Brasileirão

Foto: Miguel Locatelli/cearasc.com

O Ceará confirmou sua classificação para à Sul-Americana 2021 repetindo o feito de 2010: em duelo com equipe do futebol paranaense. A diferença é que, 11 anos atrás, foi em um empate com o Athletico-PR, no antigo Castelão, enquanto a desse sábado (20) foi em uma vitória sobre o já rebaixado Coritiba, no estádio Couto Pereira. Ambos os jogos foram válidos pela 37ª e penúltima rodada do Brasileirão.

A torcida do Vovô tem muitos motivos para comemorar na temporada 2020. Bicampeão invicto da Copa do Nordeste, permanência garantida na Série A com seis rodadas de antecedência, melhor campanha do clube no Brasileirão na era dos pontos corridos e vaga confirmada na Sul-Americana. O último feito foi garantido após vitória por 2 a 0 sobre o Coritiba com gols de Felipe Vizeu e Saulo Mineiro. O tento de Vizeu, inclusive, quebrou uma sequência negativa dos centroavantes alvinegros de dois meses sem balançar as redes. Esse resultado, que levou o Alvinegro à disputa continental, repete o que a equipe cearense fez em 2010 ao se classificar sobre um time do Estado do Paraná.

Comparando o feito do Alvinegro em 2010 com o dessa temporada, pode-se ver uma campanha bem parecida. Na época, o Vovô chegou a liderar a competição antes da parada da Copa do Mundo da África, mas acabou sofrendo pela diferença financeira diante dos grandes clubes do centro do futebol brasileiro e, ainda assim, chegou a terminar a competição em 12º com 47 pontos, o que era a melhor marca do clube na disputa na era dos pontos corridos até então. A vaga na Sul-Americana daquele ano veio em um empate por 1 a 1 com o Athletico-PR, no antigo Castelão, pela 37ª rodada. O jogo marcava a última partida no estádio antes das reformas para a Copa de 2014, realizada no Brasil. No duelo entre cearenses e paranaenses, o zagueiro Rafael Santos abriu de cabeça para a equipe visitante. Mas o artilheiro Magno Alves deixou tudo igual ainda na primeira etapa e garantiu a classificação do Vovô para a competição internacional.

Agora pelo Brasileirão 2020, a equipe comandada por Guto Ferreira conseguiu ultrapassar a campanha de 11 anos atrás e ter o melhor número de pontos e colocação na disputa nos módulos atuais. Na tabela, o Vovô soma 49 pontos na 10ª posição.

Outra coincidência que também pode ser destacada é que em ambas as edições o Vovô tinha 46 pontos antes de entrar em campo contra os paranaenses. Foi somado um ponto contra o Furacão, em casa, e três diante do Coxa, fora. Além disso, tanto no jogo de 2010 quanto nessa temporada os gols foram marcados por atacantes. O ídolo Magnata 11 anos atrás e Vizeu e Saulo ontem.

MELHOR CAMPANHA GERAL

Apesar de ser essa a melhor temporada no Campeonato Brasileiro na era dos pontos corridos, a campanha “top1” geral do time de Porangabuçu foi a de 1964 quando terminou em terceiro lugar na antiga Taça Brasil. A disputa era em formato de mata-mata e o Alvinegro foi eliminado nas semis pelo vice-campeão Flamengo. Em 1962 e 1985 o Ceará ficou na sétima posição e no oitavo lugar em 1963.

Veja dados das campanhas do Ceará na Série A de 2010 e 2020/2021 até a 37ª rodada.

Jogos: 37
Vitórias: 10 em 2010 x 13 em 2020/2021
Derrotas: 11 em 2010 x 14 em 2020/2021
Empates: 17 em 2010 x 10 em 2020/2021
Gols marcados: 35 em 2010 x 52 em 2020/2021
Gols sofridos: 44 em 2010 x 50 em 2020/2021
Saldo de gols: – 9 em 2010 x 2 em 2020/2021
Aproveitamento: 41% em 2010 x 44% em 2020/2021
Colocação: 12º em 2010 x 10º em 2020/2021
Artilheiro: Magno e Geraldo com 9 gols em 2010 x Vina com 13 gols em 2020

*Dados apenas da 1ª até a 37ª rodada do Brasileirão das duas edições.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top