Basquete

Celtics derrotam Knicks, Cavs vencem mais uma e Toronto atropela o desfalcado Golden State; a rodada da NBA

Foto: Divulgação/Boston Celtics

A bola subiu para sete partidas no sábado (18) de NBA. Em casa, os Celtics derrotaram os Knicks na volta de Kemba Walker. O Cleveland Cavaliers superou o atual campeão Milwaukee Bucks e consolidou a boa fase com a sexta vitória seguida. Sem os principais jogadores do time, os Warriors foram amassados pelo Toronto Raptors no Canadá. Nos outros duelos da rodada, os Nets jogaram desfalcados pelo surto de Covid e perderam em casa para o Orlando Magic, o OKC bateu os Clippers com uma cesta de três no último segundo de Shai Gilgeous-Alexander e os Wizards triunfaram sobre o Jazz em Utah em noite de 37 pontos de Bradley Beal.

BOSTON CELTICS 114 X 107 NEW YORK KNICKS

Depois da derrota sofrida contra os Warriors na noite anterior, o Boston Celtics voltou a vencer dentro do TD Garden em um jogo com sete desfalques para cada lado. O time da casa terminou o primeiro tempo com uma vantagem de 15 pontos, mas sofreu a virada no terceiro quarto e só confirmou a vitória na reta final. Josh Richardson foi decisivo para o triunfo e bateu seu recorde de pontos em um jogo na temporada. Apesar do resultado, os Knicks contaram com um verdadeiro show de Kemba Walker, que anotou 29 pontos no retorno ao time após ficar quase três semanas afastado, e ótima atuação de Evan Fournier, cestinha do duelo.

Na primeira etapa, os Celtics foram dominantes e fecharam o placar em 67×47. Apesar da boa atuação de Walker, ex-jogador da equipe da casa, e do francês Fournier, os Knicks sofreram com problemas defensivos e viram Julius Randle ser anulado pelos anfitriões. Jaylen Brown e Jayson Tatum foram os destaques do time de Boston, com 16 e 15 pontos respectivamente.

A partida caminhava para uma vitória tranquila dos Celtics, mas a equipe de Nova York reagiu e mudou a cara do jogo. Os comandados de Tom Thibodeau voltaram em outro ritmo, ajustaram a defesa e viraram a partida com show de Kemba Walker, que anotou 17 pontos em nove minutos de quadra. O terceiro quarto terminou com vantagem dos Knicks: 86×88. Apesar do susto, a equipe de Boston fez um último período consistente e conquistou o resultado positivo pela segunda vez nos últimos seis confrontos. 

No quarto final, Josh Richardson foi decisivo, anotou cinco de sete tentativas de fora do garrafão e converteu a bola de três que matou o jogo nos instantes finais, terminando como cestinha do time da casa, com 27 na conta. Jayson Tatum também chamou a responsa e fechou a partida com 25 pontos. As ótimas atuações de Kemba Walker e Evan Fournier não foram suficientes para os Knicks, que enfrentam os Pistons em Nova York no próximo jogo, na noite de terça-feira (21). A equipe amarga o décimo segundo lugar da Conferência Leste, com uma série de 13 vitórias e 17 derrotas. Já o Boston, oitavo colocado, recebe o Philadelphia 76ers, nono, na segunda-feira (20), em duelo decisivo na tabela de classificação da NBA.

DESTAQUES DA PARTIDA:

Boston Celtics: Josh Richardson (27 pontos, 5 rebotes e 4 assistências), Jayson Tatum (25 pontos, 9 rebotes e 2 assistências) e Jaylen Brown (23 pontos, 4 rebotes e 5 assistências)

New York Knicks: Kemba Walker (29 pontos, 6 rebotes e 3 assistências), Evan Fournier (32 pontos, 5 rebotes e 3 assistências) e Alec Burks (19 pontos, 6 rebotes e 4 assistências)

MILWAUKEE BUCKS 90 X 119 CLEVELAND CAVALIERS

A ótima fase do Cleveland Cavaliers foi coroada com uma vitória incontestável sobre os atuais campeões da NBA. De quebra, os Cavs passaram os Bucks na tabela da Conferência Leste e subiram para o terceiro lugar, com 19 triunfos e 12 derrotas. Com muitos desfalques por conta da Covid, como a estrela Giannis Antetokounmpo, e sem os titulares Jrue Holiday, poupado, e Khris Middleton, lesionado, a franquia de Milwaukee caiu para a quinta colocação, em uma série de 19-13.

A larga vantagem dos visitantes começou a ser construída logo no primeiro quarto, que terminou em 20×34. Com péssimo aproveitamento nos arremessos de quadra, os Bucks até melhoraram e pontuaram mais no segundo período, contando com grande atuação de Jordan Nwora, cestinha da primeira metade com 16 pontos. No entanto, a organização do time de Bickerstaff e os ótimos desempenhos de Darius Garland e Cedi Osman fizeram a diferença para os Cavs, que fecharam a etapa inicial 11 pontos na frente.

No terceiro quarto, a franquia de Cleveland amassou, somou 31 pontos contra 18 dos anfitriões e só precisou administrar o resultado. Com participação importante do espanhol Ricky Rubio, que fechou o confronto com um duplo-duplo, os Cavs chegaram a abrir 30 de vantagem. Apesar da derrota incontestável, o time da casa viu Nwora ser o cestinha do duelo e Mamukelashvili bater o recorde de pontos em um jogo na sua carreira, com 17 na conta. Na próxima partida, os Bucks recebem o Detroit Pistons, na noite de quarta-feira (22). Já os Cavs buscam embalar a sétima vitória consecutiva neste domingo (19), na casa do Atlanta Hawks.

DESTAQUES DA PARTIDA: 

Milwaukee Bucks: Jordan Nwora (28 pontos, 11 rebotes e 4 assistências), Sandro Mamukelashvili (17 pontos, 1 rebote e 1 toco) e DeMarcus Cousins (12 pontos, 12 rebotes e 5 roubadas de bola)

Cleveland Cavaliers: Darius Garland (22 pontos, 4 rebotes e 6 assistências), Cedi Osman (23 pontos, 5 rebotes e 4 assistências) e Ricky Rubio (15 pontos, 5 rebotes e 10 assistências)

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

TORONTO RAPTORS 119 X 100 GOLDEN STATE WARRIORS

Em grande noite de Fred VanVleet e Scottie Barnes, o Toronto Raptors atropelou o Golden State Warriors com tranquilidade e entrou para a zona do Play-in, em décimo lugar, com 14 vitórias e 15 derrotas. Sem Curry, Draymond Green e Otto Porter Jr, poupados; Iguodala e Andrew Wiggins, lesionados; e Jordan Poole, afastado pelos protocolos contra a Covid da NBA, os comandados de Steve Kerr perderam a liderança da Conferência Oeste e contabilizaram a sexta derrota em 30 jogos. O treinador decidiu dar um descanso para alguns dos principais jogadores da franquia depois do triunfo suado contra os Celtics, na noite anterior.

O primeiro tempo do duelo na Scotiabank Arena teve nome e sobrenome: Fred VanVleet. Em 21 minutos, o armador anotou um duplo-duplo, com 20 pontos e 10 assistências, além de cinco rebotes. Ele é o jogador com a maior média de minutos jogados na NBA e fechou o confronto como cestinha. A etapa inicial terminou em 63×42 para os canadenses, que tiveram um aproveitamento bem superior ao dos Warriors nos arremessos de quadra: 50% a 36,6%. 

Na metade final, os anfitriões mantiveram a vantagem e não passaram sufoco. Destaque para a atuação sensacional do rookie Scottie Barnes, que anotou 21 pontos. Ele foi a quarta escolha no draft desse ano e é candidatíssimo ao prêmio de revelação da temporada. Precious Achiuwa também fez boa partida e teve o melhor aproveitamento do duelo nos arremessos. Do lado dos visitantes, os reservas tiveram a oportunidade de mostrar seu talento. Jonathan Kuminga comandou a equipe e anotou 26 pontos, com quatro cestas de três em seis tentativas. O próximo confronto dos Warriors é em San Francisco, contra o Sacramento Kings, na madrugada de terça-feira (21). Os Raptors recebem o Orlando Magic na noite de segunda (20).

DESTAQUES DA PARTIDA:

Toronto Raptors: Fred VanVleet (27 pontos, 7 rebotes e 12 assistências), Scottie Barnes (21 pontos, 8 rebotes e 6 assistências) e Precious Achiuwa (17 pontos e 5 rebotes)

Golden State Warriors: Jonathan Kuminga (26 pontos e 2 assistências), Damion Lee (14 pontos e 3 rebotes) e Juan Toscano-Anderson (9 pontos, 10 rebotes e 3 assistências)

OUTROS JOGOS DA RODADA DA NBA:

DETROIT PISTONS 107 X 116 HOUSTON ROCKETS

BROOKLYN NETS 93 X 100 ORLANDO MAGIC

OKLAHOMA CITY THUNDER 104 X 103 LOS ANGELES CLIPPERS

UTAH JAZZ 103 X 109 WASHINGTON WIZARDS

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top