Botafogo

Chamusca é apresentado como novo treinador e projeta o seu Botafogo dentro de campo: ‘A palavra é equilíbrio’

Marcelo Chamusca é apresentado no Nilton Santos. Presidente Durcesio Mello à esquerda e o diretor de futebol Eduardo Freeland à direta da foto. - FOTO: VÍTOR SILVA - BOTAFOGO

Marcelo Chamusca foi apresentado oficialmente como novo treinador do Glorioso na tarde de hoje (22/2), no Nilton Santos, em uma coletiva de imprensa.

O novo treinador foi apresentado ao lado do presidente Durcesio Mello e do diretor de futebol Eduardo Freeland. Marcelo Chamusca conta com mais dois profissionais em sua comissão técnica; Caio Autuori (Auxiliar Técnico) e Roger Gouveia (Preparador Físico).

Chamusca tem muita experiência na série B, C e até D do campeonato brasileiro, conseguindo o êxito do acesso por alguns clubes onde passou. Esse é o principal objetivo do Alvinegro carioca, conseguir voltar a elite do futebol brasileiro em 2022. Sobre esse assunto o novo treinador disse estar ‘muito motivado e consciente’.

Outros assuntos foram abordados na entrevista coletiva, como por exemplo, a última contratação feita pelo Botafogo, o atacante Ronald, que veio do Botafogo de Ribeirão Preto, e foi elogiado por Chamusca: ‘Gostei muito, porque fez uma Série B muito qualificada. Jogador de velocidade, com poder na transição.’

O treinador falou também sobre as dificuldades para montar um elenco: ‘O desafio é adequar o orçamento do clube a um elenco competitivo, com bons jogadores. Queremos um time bem montado, com boas peças, mas dentro da condição que o clube vai nos proporcionar.’

O uso dos jogadores da base foi outro assunto respondido por Chamusca. Ele que iniciou sua carreira como treinador do sub-17 do Vitória da Bahia disse conhecer essa realidade e ter carinho com os jogadores jovens: ‘A nossa intenção é manter esse olhar para os jogadores da base. […] Sempre dei oportunidade e lancei jogadores.’

O ESPORTE NEWS MUNDO perguntou ao novo comandante do elenco Alvinegro, o que os torcedores botafoguenses podem esperar do time dentro de campo sob seu comando, qual seria a filosofia ou ideia de jogo implantada por ele. Confira a resposta do treinador na íntegra:

‘A palavra é equilíbrio. Eu acho que as boas equipes, são as equipes que são bem equilibradas. Claro que quando você monta um elenco, e a gente vai ter condição, vão ter alguns atletas remanescentes, a gente tem alguns atletas jovens, a gente vai contratar alguns atletas, que são experientes. Então, nessa mescla, a gente vai trabalhar as fases que são importantes no jogo. É importante a gente ter característica de transição, porque em determinados jogos, a gente vai enfrentar adversários que vão propor em alguns momentos, futebol é um jogo de ação e reação, quando o adversário está propondo, eu preciso estar com a minha equipe treinada para transitar, para jogar em contra-ataque, para ser vertical quando a gente recupera a bola. Vão ter jogos que a gente vai ter que ser o protagonista, e jogar, e ter mecânica de construção, enfrentando, em alguns momentos, um adversário com os onze jogadores atrás da linha da bola, e você vai ter que conseguir entrar e ter uma boa transição defensiva, porque geralmente quem joga com muitos jogadores atrás da linha da bola, tem sempre muita transição. Então você vai ter que estar treinado para isso. O que eu faço na maioria das minhas equipes é equilibrar. Trabalhar as fases do jogo, fase ofensiva, fase defensiva, trabalhar as transições, a transição defensiva, o que a equipe vai fazer quando perder a bola, o que a equipe vai fazer quando recuperar a bola em seu campo, e nas situações originadas de bola parada, estar muito bem organizada. Eu trabalho bem essas cinco fases e a gente vai utilizar. Dependendo da característica do jogo, da atmosfera, da característica do adversário, e da nossa condição a cada jogo, que aí vai depender muito também de cada adversário que a gente vai enfrentar.’

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top