Lutas

Khamzat Chimaev diz que cometeu ‘erro’ durante luta contra Gilbert Durinho

Divulgação/Instagram Oficial UFC

Khamzat Chimaev a talvez luta mais dura de sua carreira no UFC ao bater na decisão dos juízes Gilbert Durinho no último sábado (9). Pela primeira vez, o russo radicado na Suécia não conseguiu uma vitória rápida, como foi nos outros combates.

O desejo de mais um nocaute talvez tenha interferido para que o ‘Borz’ tenha cometido um ‘erro’, ao analisar o combate na coletiva pós-luta. O checheno afirmou que a promessa que fez de encerrar a luta contra o brasileiro ainda no primeiro round acabou fazendo com que tomasse algumas decisões durante o combate que não fora do jeito que queria

LEIA TAMBÉM

+ Dana White detona juízes por resultado de luta entre Sterling e Yan

– Eu queria muito nocautear. Eu disse para todo mundo que eu iria nocautear o Durinho no primeiro round e eu tentei o nocaute. Mas esse foi o meu erro. Ele é casca-grossa e não aceitei isso. Do primeiro ao último segundo, tentei nocauteá-lo. Sei o que deu errado – afirmou Chimaev.

– Meu treinador disse para que eu começasse usando o jab para cansá-lo e me defender. Mas eu fui para cima, o derrubei e isso me empolgou ainda mais. Tentei nocautear, queria que ele se levantasse para que eu o derrubasse. Preciso ver a luta de novo e ver o que deu errado. Mas agora quero lutar de novo contra outro cara – completou o russo.

Se a ‘fome’ de nocautear atrapalhou Chimaev durante a luta do UFC 273, o lutador russo quer se recuperar e mostrar que continuará mantendo o seu ritmo de ir para cima e continuar vencendo para chegar ao topo do Ultimate e conquistar o cinturão.

– Da próxima vez, serei mais perto e voltarei para acabar com todo mundo. Não foi algo surpreendente, mas foi errado. Meu treinador vivia me falando que eu vou muito para cima e preciso ser mais técnico. Eu queria arrancar a cabeça dele. Da próxima vez, farei isso – afirmou.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top