Basquete

Chris Paul após derrota e título dos Bucks: ‘Não existe vitória moral’

(DIVULGAÇÃO/NBA)

A noite desta terça-feira sacramentou a vitória, de virada, do Milwaukee Bucks nas finais da NBA. Com o placar de 105 a 98, o time de Giannis Antetokuonmpo conquistou a glória máxima do basquetebol americano: a NBA. Após o time do Phoenix Suns largar na frente nas finais, vencendo os dois primeiros confrontos, esse foi o desfecho: 4 a 2 para os Bucks. A equipe de Milwaukee solta o grito após 50 anos.

Do outro lado da história, o armador Chris Paul, do Phoenix Suns, deu declarações à imprensa sobre o fracasso do time, que, como já dito, largou duas vitórias à frente dos Bucks:

— Digo, vou demorar um tempo para pensar sobre isso (a derrota), mas exatamente agora você só fica tentando descobrir o que você poderia ter feito melhor. É duro. Grande elenco, baita temporada, mas essa ainda vai doer por um tempo — declarou CP3 em entrevista coletiva.

+ Giannis Antetokounmpo coloca o Milwaukee Bucks nas costas e lidera a franquia ao título da NBA

Na partida, Chris Paul converteu 26 pontos, praticamente a metade do número de bolas na cesta feitas por Antetokuonmpo: 50. CP3 também concluiu dois rebotes e cinco assistências. O astro americano comentou sobre o time ter surpreendido ao chegar às finais:

— Nós crescemos durante toda a temporada. Especialmente começando do jeito que começamos. Provavelmente ninguém esperava que nós chegássemos onde chegamos exceto nós mesmos. Mas é isso aí. Como eu disse toda a temporada com o nosso time: não existe vitória moral — afirmou o jogador dos Suns.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram

Chris Paul também analisou o jogo e passou por onde o seu time pode ter errado na partida:

— Pareciam muitas reviravoltas. Indo para o começo do quarto quarto, nós tivemos vários arremessos completamente livres de marcação e não os concluímos. Depois, foi aquela mesma coisa antiga, quase todos os jogos: os lances livres. Você sabe o que isso significa? Eles foram oportunistas, nós não. Nós não os paramos quando precisamos, e eles bateram a gente.

Antes de chegar às finais da NBA, o Phoenix Suns passou pelo Los Angeles Clippers, na semifinal. A equipe havia se classificado em segundo lugar na Conferência Oeste. Chris Paul, agora, deve se juntar à equipe de basquete dos Estados Unidos para competir as Olimpíadas de Tóquio, no Japão.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top