Basquete

Chris Paul dá show, Suns vencem Nuggets e voltam para a final da Conferência Oeste depois de 11 anos

Chris Paul arremessa por Jokic
Foto: Divulgação NBA

Na noite deste domingo (13), a bola subiu para o jogo 4 entre Denver Nuggets e Phoenix Suns na semifinal da Conferência Oeste. E no Pepsi Center, a equipe do técnico Monty Williams deu mais um show de basquete, vencendo por 125×118 e voltará a jogar uma final de Conferência depois de 11 anos.

O jogo que era tudo ou nada para o Denver Nuggets, teve o MVP da temporada, Nikola Jokic, ejetado no terceiro quarto. O time do Colorado brigou até o fim, porém não foi páreo para o forte time do Phoenix Suns, que teve Chris Paul e Devin Booker em mais uma noite iluminada.

Chris Paul conduz a bola
Foto: Divulgação NBA

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

PRIMEIRO TEMPO SEGURO DOS SUNS

O jogo começou com os Suns muito mais à vontade dentro de quadra e pontuando nos erros do adversário. A equipe do técnico Michael Malone seguia repetindo os turnovers dos outros jogos da série, impossibilitando que os Nuggets encostassem no placar. Durante todo o primeiro quarto, os visitantes ficaram na liderança do jogo, com os comandos da melhor dupla dos playoffs até aqui, Chris Paul e Devin Booker, finalizando o primeiro período vencendo por 28×22.

O segundo quarto voltou com os donos da casa começando com JaVale McGee na rotação do quinteto titular e o jogador teve um impacto maior defensivo, impedindo que os Suns pontuassem dentro do garrafão. Ofensivamente, o argentino Facundo Campazzo matou bolas importantes para manter a equipe dentro do jogo, cortando a vantagem para dois pontos.

O melhor momento do rival fez com que o técnico Monty Williams solicitasse um pedido de tempo. A pausa deu resultados e rapidamente os visitantes voltaram a deixar a partida sob controle com mais uma partida extremamente regular do futuro Hall da Fama, Chris Paul. Com isso, a equipe de Phoenix levou a partida para o intervalo com oito pontos de vantagem, 63×55.

SEGUNDO TEMPO E A VARRIDA DE PHOENIX

A segunda etapa começou com os Nuggets jogando com outra postura, atacando o aro com mais velocidade e conseguiram uma corrida de 7×0. Porém, aos poucos Devin Booker e Chris Paul iam botando o time na partida. Com bons arremessos, a dupla simplesmente não errava dentro do garrafão e mantinham a equipe sempre na liderança do placar, jogando um balde de água fria na torcida no Pepsi Center.

Quando faltava pouco menos de quatro minutos para o fim do terceiro quarto, o MVP da temporada, Nikola Jokic, agrediu o armador Cameron Payne, sendo ejetado da partida e se despediu da temporada de forma melancólica. Então o Phoenix Suns aproveitou e aumentou sua vantagem ainda durante o período, chegando a 16 pontos.

O último quarto teve um início com uma arrancada incrível do Denver Nuggets, conseguindo cortar a vantagem que chegou a ser de 16 pontos, para apenas quatro, incendiando sua torcida. Porém, Chris Paul não queria que o jogo voltasse para Phoenix, destruiu no último período da partida e matou o jogo.

+Com show da dupla Kawhi Leonard e Paul George, Clippers vencem primeira contra Utah Jazz

Destaques do jogo

Phoenix Suns: Chris Paul (37 pontos e sete assistências) e Devin Booker (34 pontos e 11 rebotes);

Denver Nuggets: Will Barton (25 pontos e cinco rebotes) e Monte Morris (19 pontos e seis assistências);

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top