Avaí

Claudinei Oliveira minimiza derrota do Avaí na Recopa e diz que planejamento não muda

Leandro Boeira/Avaí F. C.

Nessa quinta-feira (20), Avaí e Figueirense se enfrentaram no Estádio da Ressacada pela Recopa Catarinense, com o Figueira vencendo de virada, pelo placar de 3 a 1, com gols de Índio e Oberdan (2), enquanto o Avaí marcou com o estreante Matheus Ribeiro. Em entrevista coletiva concedida após a partida, o treinador do Leão da Ilha, Claudinei Oliveira, defendeu que o resultado não interfere nos seus planos para a temporada.

– A gente não pode ter um planejamento de ficar quatro anos na Série A e mudar o planejamento porque a gente perdeu um jogo de início de temporada, sem ter feito um jogo-treino. Então vamos comemorar as coisas boas e deixar as ruins para trás – argumentou Claudinei.

Para saber tudo sobre o Avaí, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

O futebol apresentado na partida também foi avaliado por Claudinei, que destacou o primeiro tempo do Avaí e afirmou que não houve justiça na Ressacada. Para o treinador, o Avaí fez uma primeira etapa superior à do Figueirense.

– A gente sofre o gol de empate no finalzinho do primeiro tempo, o que eu acho que não fez justiça ao primeiro tempo. Acho que a gente merecia terminar com a vitória – ressaltou o treinador do Leão da Ilha.

Para Claudinei, a falta que gerou o segundo gol sofrido pelo Avaí foi duvidosa, afirmando que o lance não configura um recuo para o goleiro. O treinador enfatizou que não está afirmando que a marcação foi objetivamente equivocada.

– Eu não sou árbitro, é difícil eu ter a opinião correta, mas o Bruno não passou a bola para o Gledson, ele passou a bola para o Betão. Não achei que foi um recuo caracterizado, a intenção do Bruno não foi recuar a bola – opinou o treinador, sem criticar os jogadores envolvidos na jogada.

O treinador também lembrou como a equipe adversária teve um tempo maior de preparação para a partida, enquanto o Avaí teve pouco tempo de treino e a necessidade de escalar um time mesclado entre titulares e reservas. Claudinei explicou que essa deve ser a tendência da escalação das primeiras rodadas do Campeonato Catarinense, devido à grande quantidade de jogos.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top