Lutas

Colby Covington pede ‘melhor de 7’ contra Kamaru Usman: “Estamos praticamente iguais”

Divulgação/Instagram UFC Brasil

Colby Covington perdeu as duas lutas que fez contra Kamaru Usman pelo cinturão dos meio-médios do UFC, a mais recente delas em novembro. Mas o nigeriano ainda é uma obsessão do americano, que ainda quer mais uma chance, ou chances, de enfrentar o desafeto.,

A vontade de vencer o rival é tanta que vale até mesmo pedir ao UFC que recorra a um método típico de ligas como a NBA de realizar uma ‘melhor de 7’ entre ele e o campeão dos 77kg para ver quem é o melhor dentre eles.

LEIA TAMBÉM

+ Michael Chandler diz que estava ‘errado’ sobre Charles do Bronx: “É o lutador do ano”

+ Dominick Cruz afirma que deseja luta contra José Aldo: “Seria uma honra para mim”

– Eu sou bem melhor que o ‘Marty Fakenewsman’ (Usman), mas estamos tão iguais que a gente precisa fazer nossa luta como se fosse uma série de campeonato, uma melhor de sete. Faz sentido porque foi uma luta muito igual. Temos muitos atributos semelhantes, nossos estilos de luta, estratégias. Se a gente lutasse umas sete vezes, eu venceria quatro – disse o ‘Chaos’ ao MMAFighting.

A primeira luta entre ambos, em 2019, teve a vitória do nigeriano mas Covington até hoje contesta o encerramento da luta e também acusa o desafeto de ter ‘trapaceado’ no combate. Em novembro, veio a revanche, novamente com a consagração do campeão dos meio-médios. Foram duas lutas bastante acirradas e disputadas, o que até deixaria margem para cumprir de certa forma o desejo do ‘Chaos’ de vê-lo novamente no octógono.

– Até falaram que poderia rolar uma trilogia com o Usman. Ele sabe, que lá no fundo, ele não foi o melhor lutador. Ele esteve comigo lá dentro por quase uma hora nas duas lutas e sabe que não provou isso. Ele não me deixou inconsciente. Ele não me nocauteou ou finalizou. Ele não me dominou do começo ao fim, do primeiro ao último round. Venci ele em vários rounds e sei que a última luta eu venci – disparou o falastrão.

– Ele estava tão mal no quarto round que acho que ele não iria sobreviver, mas teve sorte que teve aquele minutinho de descanso. Usman não mostrou que é o melhor lutador, ele tem que vir e mostrar isso, mas não o fez. Se ele quer vir e dizer que é o campeão e me dominou, tudo bem, mas ele sabe que não é verdade – completou.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top