Guarani

Com 17 casos de Covid-19, Guarani pede adiamento de jogo em Cuiabá

Crédito: Thomaz Marostegan / Guarani FC

Com 17 casos positivos de Covid-19, o Conselho de Administração do Guarani solicitou, junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), adiamento da partida contra o Cuiabá, agendada para esta quinta-feira, na Arena Pantanal, às 21h30, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

O pedido do Bugre está baseado nos resultados da testagem para o novo coronavírus realizada na última quarta-feira pela manhã antes de a delegação seguir viagem à capital do Magro Grosso, quando Bidu e Renanzinho foram diagnosticados com a doença.

LEIA MAIS: Matheus Souza passa por cirurgia na boca e desfalca Guarani em dois jogos

O lateral-esquerdo e o atacante, ambos revelados nas categorias de base, estão assintomáticos e entraram em isolamento social obrigatório de dez dias. A dupla sequer trabalhou com o elenco no CT da Portuguesa e viajou de São Paulo para Campinas a fim de cumprir a quarentena.

SURTO

Às 12h45 desta quinta, já em Cuiabá, o Departamento Médico recebeu o resultado positivo do meio-campista Giovanny, enquanto Matheus Souza está afastado por, no mínimo, uma semana depois de ser submetido à cirurgia por conta de uma inflamação dentária.

Além disso, outros profissionais também positivaram para o vírus – o elenco teve conhecimento dos diagnósticos já na concentração em Cuiabá: o goleiro Rafael Pin, o lateral-direito Mateus Ludke, os zagueiros Bruno Bianconi e Titi, o volante Deivid e o meio-campista Caio.

Todos esses jogadores também estão em restrição social e sem contato com os demais companheiros.

QUASE DOIS TIMES

A eles somam-se Bruno Silva, Gabriel Mesquita, Jefferson Paulino, Lucas Crispim, Victor Ramon, Waguininho e Walber, os quais estão fora de ação desde a sexta-feira passada, 08.

Além destes casos, o clube campineiro não conta com o atacante Júnior Todinho, em Campinas para se recuperar de lesão no joelho direito, além do meio-campista Arthur Rezende, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, totalizando 21 peças sem condições de ir a campo no Centro-Oeste.

O Guarani, assim, tem 12 atletas à disposição do técnico Felipe Conceição: Lucas Cardoso (goleiro), Cristovam (lateral-direito), Didi e Romércio (zagueiros), Eliel e Erick Daltro (laterais-esquerdos), Marcelo e Rickson (volantes), Murilo Rangel (meia), Pablo, Rafael Costa e Bruno Sávio (atacantes).

E AGORA?

A CBF analisa o pedido feito pela diretoria. Caso não seja atendido, Alviverde terá que entrar em campo com 11 titulares e apenas uma opção no banco de reservas. Destes nomes, Lucas Cardoso, Romércio, Erick Daltro, Marcelo, Pablo e Bruno Sávio são recém-recuperados de Covid.

Em nota, ‘o Guarani Futebol Clube aguarda a decisão, mas, se tiver que jogar, entrará em campo e lutará com todas as forças que tem para representar a camisa, o distintivo e a torcida bugrina, a quem pedimos redobrados incentivos, força e pensamentos positivos’.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top