Mercado da bola

Com assédio europeu, Palmeiras decide manter Gustavo Scarpa até final do contrato

Gustavo Scarpa Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Um dos principais jogadores do Brasileirão 2022, sendo líder em assistências, o meia Gustavo Scarpa tem recebido assédio do futebol europeu. Com contrato até o final do ano, o Palmeiras, mesmo diante da possibilidade de perdê-lo de graça em dezembro, decidiu que irá mantê-lo, pelo menos, até o fim do vínculo. A informação é do GE.globo.

As negociações por uma renovação não estão encerradas, mas o clube sabe do forte interesse do atleta de migrar para o Velho Continente. O Olympiacos (GRE) chegou a manifestar interesse. Mesmo assim, o Verdão não pretende perder o atleta agora nesta janela de transferências do meio do ano.

A diretoria prefere mais o retorno esportivo que o meia dá, do que um retorno financeiro (mesmo que pequeno) com uma venda neste momento. Segundo a reportagem, a relação é boa entre ambos, mas o clube já deixou claro que ele é um jogador muito importante para o elenco. O risco de perdê-lo de graça no final do ano será corrido.

Nesta semana, de acordo com reportagem do portal Goal, o camisa 14 autorizou seus agentes a irem procurar ofertas na Europa. Dado o púbico desejo dele de atravessar o Atlântico, é muito difícil que ele continue na Academia de Futebol em 2023.

+Gustavo Gómez torna-se o terceiro zagueiro com mais gols na história do Palmeiras; veja ranking

Neste Brasileirão, Gustavo Scarpa jogou 12 partidas, tendo marcado dois gols e distribuído seis assistências, sendo líder do quesito. Com a lesão de Raphael Veiga, tem jogado mais em sua função preferida, como um “10 clássico” e, com isso, vem sendo o principal jogador do time nas últimas semanas.

Para saber tudo sobre o Palmeiras, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Nesta segunda-feira (20), participou ativamente dos lances dos gols da virada alviverde diante do São Paulo, no Morumbi. Esta vitória manteve a equipe na liderança isolado do campeonato. No total, desde que chegou, em janeiro de 2018, tem 204 partidas (127 como titular), 38 gols e 50 assistências. É o quarto jogador com mais gols pelo Palmeiras na história da Libertadores, com 11 gols.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top