Botafogo

Com aumento das dívidas e na busca por reestruturação, Botafogo demite funcionários

Foto: Divulgação

Não é so nas quatro linhas que vem sendo complicado na temporada do Botafogo. Após a divulgação do balanço que apontou uma piora em seu endividamento, o clube segue tentando remar para encontrar melhores soluções, agora, no seu quadro de funcionários. Um número oficial não foi divulgado, mas alguns colaboradores foram desligados nesta terça-feira (04).

“Não está sendo fácil desligar profissionais tão importantes para a história da instituição. Mas o Clube toma essa decisão da forma mais correta possível, prezando para que o momento seja respeitoso e humanizado. Além disso, foi contratada uma empresa de Consultoria Estratégica em Recursos Humanos para prestar toda assistência a se recolocarem no mercado. Entre as ações, serão realizados Workshops e treinamentos na busca por novas oportunidades.

O Botafogo agradece a todos os colaboradores que deixam o Clube pela dedicação e profissionalismo durante o período em que estiveram a serviço da Estrela Solitária.”, disse parte do comunicado do clube.

Vale lembrar que desde o início da Pandemia, o clube vem tentando alguns acordos, mas, mesmo assim, sem algumas rendas, vem sendo difícil arcar com os mesmos. Dentro do elenco, desde o início da temporada, os dirigentes vem enxugando à folha, como uma forma de diminuir gastos. A situação é complicada e o clube ainda terá uma grande baixa em seus recebimentos ao disputar a Série B do Brasileiro. Além disso, a eliminação precoce na Copa do Brasil, na segunda fase, também não estava nos planos e atinge em cheio os cofres do clube.

Confira o comunicado oficial do clube:

O Botafogo tem se manifestado publicamente, com transparência, sobre a caótica situação financeira e a importância de enxugar quadros, serviços e estruturas para garantir a continuidade do Clube. As últimas Demonstrações Financeiras (balanço), publicadas na última sexta-feira (30/04), revelaram um passivo bilionário que reafirma a importância de se aplicar medidas urgentes e difíceis.

No último dia 29 de abril, o SindeClubes (Sindicato dos Empregados em Clubes) realizou uma Assembleia Extraordinária em General Severiano, com a presença da maior parte dos funcionários do Clube, e apresentou, para deliberação coletiva, uma proposta com medidas a serem adotadas para preservar ao máximo a manutenção de emprego e renda nos próximos meses. Foi relatado o momento difícil e a incompatibilidade para se honrar os compromissos. Mas a tentativa, infelizmente, não foi aceita pela maioria em votação.

Para dar seguimento com responsabilidade ao plano de reestruturação interna, a atual gestão do Botafogo não viu outra alternativa que não adotar medidas mais duras, sendo necessário o desligamento de colaboradores. Todos os departamentos, sem exceções, foram impactados pelos cortes. Na manhã desta terça-feira (04/05), os gestores das áreas e o Departamento de RH estão comunicando a decisão aos colaboradores.

Não está sendo fácil desligar profissionais tão importantes para a história da instituição. Mas o Clube toma essa decisão da forma mais correta possível, prezando para que o momento seja respeitoso e humanizado. Além disso, foi contratada uma empresa de Consultoria Estratégica em Recursos Humanos para prestar toda assistência a se recolocarem no mercado. Entre as ações, serão realizados Workshops e treinamentos na busca por novas oportunidades.

O Botafogo agradece a todos os colaboradores que deixam o Clube pela dedicação e profissionalismo durante o período em que estiveram a serviço da Estrela Solitária.

Botafogo de Futebol e Regatas

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top