Futebol Internacional

Com gol ‘sem querer’, Messi vira o quinto maior goleador por seleções da história

Messi
Photo by Daniel Jayo/Getty Images

Após a vitória por 3 a 0 da Argentina no último domingo (10) sobre o Uruguai, Lionel Messi entrou para o seleto grupo dos cinco maiores artilheiros por seleções. O argentino, agora com 80 gols, ultrapassou Chitalu, da Zâmbia, que possui 79 gols pelo seu país. O craque, que fez um gol na partida, viu a Argentina vencer mais uma pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

Com o tempo, Lionel Messi se torna cada vez mais importante para a seleção da Argentina. Além de ajudar a tirar a seca de 28 anos sem títulos dos hermanos, vencendo a Copa América em cima do Brasil, no Maracanã, Messi vai acumulando recordes pessoais pela sua seleção. Já são 80 gols em 155 jogos e está atrás apenas de Puskás (84 – Hungria), Mokhtar Dahar (89 – Malásia), Ali Daei (109 – Irã) e Cristiano Ronaldo (112 – Portugal). Ainda com alguns jogos pelas eliminatórias, possível participação na Copa do Mundo em 2022 e em outras competições nos próximos anos, há grandes chances do argentino conseguir pular algumas posições nessa lista e disputar a liderança com o português, que ainda está ativo pela sua seleção também.

+ Para saber tudo sobre Futebol Internacional, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram

Messi postou em seu Instagram uma foto do grupo que venceu o Uruguai, dizendo: ‘Que lindo poder desfrutar destes momentos que estamos vivendo! Grande triunfo!!! Obrigado novamente pelo que me fazem sentir. Feliz é pouco!’.

Além da importante conquista individual de Messi, a Argentina está em um ano eufórico e de alegrias. O time conquistou um importante título em cima do principal rival e depois de quase três décadas sem levantar nenhuma taça. Além disso, está indo bem nas Eliminatórias, na segunda colocação, apenas atrás do Brasil, com 22 pontos conquistados e ainda sem perder. Há grandes expectativas positivas para disputar a liderança com a Seleção Brasileira e competir bem na próxima Copa.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top