América-MG

Com temporadas ‘juntas’, América-MG vê disparo nos números de lesões musculares e sofre com baixas

Com temporadas ‘juntas’, América-MG vê disparo de lesões musculares e sofre com baixas
Fotos: Cris Matos/FMF; Mourão Panda/América - Arte: ENM

Devido à pandemia de Coronavirus, o calendário do futebol mundial foi completamente afetado. No Brasil, a saída foi ‘colar’ duas temporadas seguidas, aniquilando férias e pré-temporada. Tais mudanças têm afetado, diretamente, os clubes, como o América-MG, que vem sendo brutalmente assolado por lesões.

Na remodelação do calendário, a agenda do Coelho ficou da seguinte maneira: no dia 29 de janeiro, o América-MG encerrou sua participação na Série B, ao vencer o Avaí por 2 a 1. Menos de um mês depois, em 27 de fevereiro, a equipe já estava de volta aos gramados pela estreia do estadual, contra o Boa Esporte, esmagando, assim, o período de descanso e preparação.

+Em 2013, América-MG massacrou o Sport com show de Rodriguinho; relembre

CONTUSÕES

Em 2021, o Coelho já fez 37 partidas, por Série B, Série A, Campeonato Mineiro e Copa do Brasil. Durante o atual ano, o América-MG teve 12 jogadores com lesões musculares.

Matheus Cavichioli, Diego Ferreira, Marcelo Toscano, Felipe Azevedo, Léo Passos e Ademir sofreram com problemas na coxa direita. Por outro lado, Zé Ricardo, Lucas Luan, Geovane e Ribamar foram diagnosticados com complicações na coxa esquerda. Além desses, Yan Sasse, com contusão na panturrilha esquerda, e João Paulo, que convive diariamente com desconfortos musculares, também frequentaram o DM.

A lista, claro, exclui as baixas de outras origens, como as de Marlon e Kawê, com problemas no joelho e ombro, respectivamente, e foca nas situações que envolvam a questão muscular.

DESFALQUES

Com tantas lesões, o América-MG é, constantemente, acometido por perdas técnicas dentro do campo. Recentemente, a maior baixa é Ademir, jogador mais criativo do time e que se machucou em partida contra o Palmeiras. Agora, a nova dor de cabeça é Ribamar, com estiramento na parte posterior da coxa esquerda.

ALÍVIO

Pelas próximas semanas, a equipe de Vagner Mancini terá menos jogos do que o normal. Por conta de não estar em Copa do Brasil ou competições sul-americanas, o Coelho folgará no meio de semana, como já tem sido no atual momento. Contra Sport, Grêmio, Atlético-GO, Fluminense, Chapecoense e Red Bull Bragantino, o América-MG jogará em períodos mais espaçados, o que favorece ao fortalecimento físico dos atletas, em busca de evitar novas lesões.

.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top