Futebol Internacional

Com três novas lesões, Milan vence Roma no Olímpico

Apesar de reportar mais três lesões, o Milan venceu a Roma no Olímpico por 2 a 1. Os gols foram anotados por Kessié e Rebic para o visiante e Veretout para a dona da casa. Nos primeiros minutos, o Milan foi mais eficiente e, entre gols anulados, saiu na frente. O empate saiu no início do segundo tempo, com uma finalização calibrada de Veretout, mas os Rossoneri levaram a melhor com Rebic.

Com a vitória, o Milan chega aos 52 pontos e fica a quatro de distância da líder Internazionale. Já a Roma fica estacionada na 5ª colocação.

Escalações:

O técnico Stefano Pioli fez algumas alterações no time e a mais significativa delas foi deixar o capitão Romagnoli no banco. O time foi a campo com Donnarumma; Calabria, Tomori, Kjaer e Theo Hernandez; Tonali e Kessié; Saelemaekers, Çalhanoglu e Rebic; Ibrahimovic.

Já a Roma de Paulo Fonseca não contava com Dzeko. O time foi escalado com Pau Lopez; Fazio, Cristante, Mancini; Spinazzola, Villar, Veretout e Karsdorp; Mkhitaryan e Pellegrini; Borja Mayoral.

O jogo:

O Milan comandou o jogo com folga nos primeiros minutos. O resultado disso foram dois gols marcados com apenas cinco minutos. Entretanto, o juíz anulou ambos, um marcado por Tomori e outro por Ibrahimovic.

A Roma reagiu e trouxe dificuldades à marcação do Milan durante os contra-ataques. A velocidade pelas pontas pegava o meio dos Rossoneri desprevinido, o que causou sufoco à equipe visitante. Donnarumma e Tomori tiveram que trabalhar bastante durante esse período.

No entanto, o gol do Milan veio para incendiar o jogo. Calabria sofreu a falta de Fazio dentro da área e a arbitragem assinalou o pênalti. Kessié converteu a cobrança, apesar do goleiro Pau Lopez acertar o canto.

Já no segundo tempo, a Roma estava mais ligada e marcou com cinco minutos. Veretout, em jogada condicionada por Spinazzola, finalizou na entrada da área sem chances de defesa para Donnarumma.

Foi a partir desse momento que o Milan precisou buscar a constância do primeiro tempo. Ainda no início da segunda etapa, Çalhanoglu sentiu e foi substituído por Brahim Diaz. Além dele, Ibrahimovic saiu lesionado e Rafael Leão entrou.

Para voltar à frente, Rebic marcou aos 13 minutos o gol que deixou o Milan à frente no placar. Porém, ele precisou ser substituído menos de dez minutos depois. Quem entrou foi Krunic.

Apesar das equipes criarem durante os minutos finais, o jogo terminou com uma vitória do Milan fora de casa para a recuperação dentro do Campeonato Italiano.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top