Olimpíadas

Com um jogador a menos, Brasil fica no empate sem gols com a Costa do Marfim

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A Seleção Brasileira ficou no 0 a 0 com a Costa do Marfim, na segunda partida da fase de grupos da competição. O duelo da manhã deste domingo (25), foi no Estádio de Yokohama e o Brasil teve que atuar com 10 jogadores por quase todo o jogo, após Douglas Luiz ser expulso aos 13’ da etapa inicial. A Seleção fez uma primeira etapa de muita marcação, mas teve boas chances na etapa final, conseguindo mesmo com um a menos, ter oportunidades vencer a partida.

Ao vivo: confira tudo sobre as Olimpíadas no ENM
++ Dias e horários dos jogos e competições das Olimpíadas de Tóquio

PRIMEIRA ETAPA COM CARTÃO VERMELHO

O jogo começou equilibrado, com marcação forte, mas sem grandes chances de gols. A primeira boa chegada foi da Costa do Marfim, Gradel apareceu na área brasileira e chutou forte, mas a bola saiu na rede pelo lado de fora. O jogo já parecia ser complicado, mas logo aos 13′ da etapa inicial, Douglas Luiz fez falta, foi advertido com amarelo, mas o VAR chamou e deu o cartão vermelho para o volante Brasileiro.

Após ficar com 10 em campo, o Brasil sente a dificuldade, não consegue ter facilidade para atacar, mas mesmo com um a menos, também não deixa a Costa do Marfim tomar conta do jogo. Jardine cogitou mexer na equipe, mas apenas reorganizou o meio de campo, para atuar com um homem a menos. O Brasil pouco chegava, aos 23′ Antony tentou uma jogada individual pela direita, cruzou para a área, mas o cruzamento não saiu legal e com perigo. Aos 28′ teve a resposta da Costa do Marfim, Diallo recebe a sobra do escanteio, bate forte, mas o goleiro Santos fica com a bola.

A Costa do Marfim mantinha a posse de bola, aos 31′ teve mais uma boa chance, após chegar pela esquerda com cruzamento, Kessie dominou e bateu forte, mas Santos, novamente, fez uma boa defesa. A Seleção Brasileira tentou chegar de novo, mas a desvantagem numérica atrapalhava. Aos 36′ a equipe chegou pela direita com Antony, a zaga afastou e no rebote Claudinho bateu de primeira, mas foi travado pela defesa da Costa do Marfim. Aos 42′ Diallo Traoré chegou mais uma vez, o jogador partiu pela direita, cortou para o meio e bateu, mas Santos estava lá e fez uma grande defesa. Na última boa resposta da etapa inicial, Richarlison cruzou pelo lado direto para a área, a chance poderia levar perigo, mas a zaga de Costa do Marfim afastou.

Para saber tudo sobre os Jogos Olímpicos, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

SEGUNDO TEMPO DE VANTAGEM DO BRASIL

Na etapa final o Brasil voltou melhor, tentando mesmo com 10 em campo, aprontar algo contra a Costa do Marfim, Antony aplicou um bonito lençol, logo no início da partida. A primeira boa chance foi aos 11′ com Matheus Cunha. O atacante recebeu um bom passe de Claudinho, mas Kouassi evitou a finalização de Cunha que poderia levar perigo. Cunha mostrava uma ótima movimentação, mas perdeu mais uma chance. Aos 16′ Bruno Guimarães cruzou na medida para Matheus Cunha, mas o camisa 9 cabeceou no meio do gol defendido por Tape.

O Brasil não conseguia chegar com tanta frequência, mas também conseguia amarrar o jogo e não deixar a Costa do Marfim gostar do jogo. Aos 31′ a Seleção tentou mais uma vez, Claudinho bateu de longe, mas o goleiro Tape defendeu mais uma vez. Claudinho queria jogo e estava arriscando, minutos depois ele chegou de novo, após receber passe de Malcom, Claudinho apareceu e bateu fora da área colocado, mas a bola foi para fora. O Brasil tentou uma pressão final, após a Costa do Marfim perder Kouassi pelo segundo cartão amarelo, deixando as duas equipes com 10 em campo. Inclusive, a equipe chegou a pedir um pênalti aos 45′ da etapa final, mas a arbitragem havia assinalado impedimento, invalidando a jogada. Já nos minutos finais, Malcom teve a chance de abrir o marcador e cabeceou para fora, a jogada nasceu em um rápido contra-ataque puxado por Martinelli.

E AGORA?

O Brasil manteve a liderança do grupo, mas tem a mesma pontuação da Costa do Marfim, segundo colocado. Na próxima partida, na quarta-feira (28), O Brasil terá pela frente a Arábia Saudita, na último confronto da fase de grupos.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 0 X 0 COSTA DO MARFIM

Local: Estádio Internacional de Yokohama – Yokohama, Japão
Árbitro: Ismail Elfath (USA)
Cartões Amarelos: Costa do Marfim (Ismael Diallo e Kouassi)
Cartões Vermelhos: Brasil (Douglas Luiz) – Costa do Marfim (Kouassi)

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top