Athletico

Conheça mais sobre os adversários do Athletico na fase de grupos da Copa Sul-Americana

FOTO: ROBERTO SOUZA/ATHLETICO

Nesta sexta-feira (9), o Athletico acompanhou o sorteio da fase de grupos da Copa Sul-Americana realizada pela CONMEBOL. E já descobriu em qual grupos vai começar e quais os primeiros adversários no caminho do Furacão em busca do bicampeonato.

O grupo D, encabeçado pelo Athletico, foi considerado por grande parte da torcida atleticana um grupo relativamente fácil, e isso se deve pela falta de experiência dos outros clubes na competição, que juntos somam 10 participações na Copa, somente duas a mais que o clube paranaense por si próprio. O grupo que contém o Melgar (Peru), o Aucas (Equador) e o Metropolitano (Venezuela), terá seu primeiro jogo realizado no dia 21 de abril com o Athletico viajando para Quito enfrentar o Aucas na altitude equatoriana.

Melgar

O tradicional clube peruano, fundado em 1915, chega a competição após eliminar o clube peruano Club Social y Deportivo Carlos A. Mannucci, e com isso vem para a sua quinta participação na Copa Sul-Americana, com todas essas participações ocorrendo na última década. O clube rubro negro que na sua melhor campanha na competição, que ocorreu no ano passado, chegou apenas a segunda fase, sendo eliminado pelo Bahia pelo placar agregado de 4-1.

O clube peruano comandado pelo técnico argentino Néstor Lorenzo joga com um esquema que pode ser considerado conservador, com o seu foco sendo em armar ataques rápidos e eficientes, utilizando a bola em profundidade para criar grande parte de suas chances de gol. O clube se esquematiza em um 4-3-3, com o meio de campo sendo organizado com um volante e dois meio campistas, que ajudam tanto na recuperação defensiva quanto na organização do ataque.

Possível time titular: Carlos Cáceda; Alejandro Ramos, Alec Ortmann, José Lujan e Leonardo Mifflin; Walter Tandazo, Alexis Arias e Horácio Orzán; Cristian Bordacahar, Luis Iberico e Bernardo Cuesta.

Aucas

O time equatoriano, que curiosamente foi fundado pela companhia de petróleo Shell em 1945, também estava presente na competição na temporada passada – sendo eliminado pelo Vélez Sarsfield na primeira fase – e busca pela primeira vez em sua história alcançar as fases eliminatórias da Copa Sul-Americana.

A equipe treinada pelo ex jogador argentino naturalizado venezuelano, Héctor Bidoglio, promete trazer um futebol ofensivo, como pode ser visto no primeiro confronto da fase pré-eliminar contra o Guayaquil City, quando o Aucas dominou a partida tendo 25 finalizações na partida contra apenas 2 do time adversário. Porém, no jogo de volta o time comandado por Bidoglio mostrou que pode se modificar com tranquilidade dependendo do objetivo da equipe, exibindo que pode jogar de forma mais segura, esperando o ataque adversário para contra-atacar com extrema eficiência, o que foi visto de forma primorosa contra a equipe de Guayaquil, quando a equipe teve apenas 3 finalizações certas e conseguiu marcar 3 gols.

Possível time titular: Damián Frascarelli; Ángel Viotti, Ángelo Pizzorno, Franklin Carabali e Carlos Cuero; Marcos Garrido, Jhonny Quiñónez e Luis Cano; Victor Figueroa, Ignacio Herrera e Francisco Fydriszewski.

Metropolitanos

O jovem time venezuelano, fundado em 2011, chega no grupo D para a sua primeira aparição na Copa Sul-Americana como zebra. O clube que em menos de 10 anos de história já conquistou grandes feitos, sendo campeão da segunda divisão venezuelana e se manténdo na elite do país desde 2017, espera surpreender a todos nesse momento histórico para o clube.

A jovem equipe comandada pelo técnico José María Morr deve fazer o esperado de um time inexperiente em grandes competições e jogar de modo seguro, como foi executado nos jogos válidos pela primeira fase, quando chamaram o ataque adversário para o próprio campo e utilizavam os contra-ataques como peça-chave. Estratégia que pode ser extremamente efetiva contra times sem experiência, qualidade que o atual elenco do Athletico possui em demasia.

Possível time titular: Giancarlo Schiavone; Leminger Bolívar, Andrés Ferro, Steve Pabón e Néstor Cova; Christian Larotonda, Abraham Bahachille, Johan Moreno e Robinson Flores; Marco Bustillo e Luís Martell

Para saber tudo sobre o Athletico, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook..

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top