Corinthians

Corinthians enfrenta Bahia e indecisões; veja situação dos alvos para o comando do time

Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians
— Continua depois da publicidade —

Nesta quarta-feira (16), o Corinthians recebe o Bahia para a 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na Neo Química Arena, às 21h30, o alvinegro busca sair da parte de baixo da tabela depois de três jogos sem vitórias. Entretanto, um resultado negativo pode fazer com que a equipe figure na zona de rebaixamento.

Na antecipação da rodada, o presidente do clube, Andrés Sanchez, cedeu entrevista coletiva para comentar sobre polêmicas recentes. A troca de treinadores foi um dos pontos levantados, mas o executivo deixou ainda mais indecisões. A reportagem do Esporte News Mundo apurou a situação sobre os possíveis candidatos.

Mirando rivais?

Andrés Sanchez citou diferentes nomes ao longo dos últimos dias. Na entrevista em questão, tinha traçado um perfil do treinador ideal: quanto mais experiência, melhor. Nessa linha, falou sobre Abel Braga e Dorival Júnior, ambos sem clube.

Na última sexta-feira (11), dia em que Tiago Nunes foi demitido, a reportagem do Esporte News Mundo entrou em contato com Dorival Júnior. O treinador disse que estava pronto para trabalhar, mas que não havia tido nenhuma investida corintiana. Em novo contato, na terça-feira, a situação era a mesma.

Já Abel Braga, referido por Andrés como “Abelão”, está há mais tempo desempregado – desde março, quando deixou o Vasco. O Esporte News Mundo apurou que o treinador também não foi contatado pelo Corinthians, apesar da boa amizade entre ele e o presidente do clube. Abel também teria recebido duas propostas de outras equipes que, segundo ele, “não valiam à pena”.

Sylvinho, um dos cotados para o cargo preferidos da torcida, teve experiência recente na Europa. Deixou o Lyon em 2019, após trabalhar na comissão técnica de Tite, na Seleção Brasileira. A reportagem do Esporte News Mundo apurou que o ex-lateral corintiano também não recebeu nenhum contato do Corinthians.

Tapando buraco

O presidente corintiano também ressaltou que Coelho é treinador do sub-20 e “foi chamado para uma emergência”. Mas, ainda assim, o interino tende a deixar sua marca para o sucessor do cargo. Após a derrota para o Fluminense, na última rodada, anunciou que trazer jogadores das categorias inferiores era uma pauta importante da sua estadia no time principal.

Coelho cumpriu sua palavra. Promoveu seis atletas das categorias de base para treinos do profissional – quatro do sub-20 e dois do sub-23. Além disso, três estarão disponíveis para o confronto diante do Bahia: Igor Formiga, Gustavo Mantuan e Cauê.

Essas promoções foram aceleradas pelos desfalques. Além de Fagner e Michel Macedo, que são dúvidas, o Corinthians tem cinco jogadores de fora. Jô e Gabriel, suspensos, e Boselli, Luan e Léo Natel, machucados, não jogam contra o Bahia. Dessa forma, a provável escalação será: Cássio; Fagner (Igor Formiga), Gil, Danilo Avelar e Lucas Piton; Gabriel (Camacho), Cantillo e Éderson (Ramiro); Gustavo Silva, Cauê (Davó) e Otero.

Para saber tudo sobre o Corinthians, siga o Esporte News Mundo no InstagramTwitter Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo