Clubes

Corinthians negocia Camacho e tem Paulinho no radar para o meio campo, Sylvinho terá cinco volantes à disposição

Corinthians negocia
Fonte: Agência Corinthians

O “time” de volantes do Corinthians, bastante povoado nos últimos anos, tende a ficar com apenas duas peças de reposição imediata com a saída de Guilherme Camacho para o Santos. Serão cinco volantes à disposição de Sylvinho, três deles titulares.

A curto prazo, a tendência é de que o Timão compense as saídas, não só a de Camacho, com peças de reposição das categorias de base ou jogadores menos usados no próprio elenco. Além do volante, o meia Ramiro, o zagueiro Jemerson e o atacante Otero não permanecerão. O clube está de olho no mercado, mas sem negociações em andamento.

Sem Camacho, Sylvinho terá à disposição: Gabriel, Roni, Luis Mandaca, Cantillo e Xavier. Destes, têm formado um tripé no meio-campo corintiano Cantillo, Gabriel e Roni.

Assim, ficam como reposição imediata no banco Mandaca e Xavier. Além deles, o volante Thiaguinho surge como nova opção. Ele passou o Campeonato Paulista emprestado à Inter de Limeira, já retornou, mas ainda não teve seu futuro definido.

Com contrato até dezembro de 2022, Thiaguinho passa por uma espécie de período de avaliação para saber se será usado por Sylvinho ou não. Quando retornou, em maio, a avaliação era de que o clube dispunha de muitas opções para a posição. Situação que naturalmente já se alterou.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

E as contratações do Corinthians?

O Corinthians não pensa em fazer contratações na temporada. Ao menos não neste primeiro semestre. Portanto, é pouco provável que as saídas sejam repostas com novos jogadores neste momento. O Timão tem apenas o Campeonato Brasileiro para disputar em 2021.

Por outro lado, para toda regra há uma exceção. Neste cenário, uma exceção seria Paulinho. O ídolo do Corinthians negocia uma rescisão com Guangzhou Evergrande, da China, e a tendência é que fique em breve livre no mercado.

O Timão sonha com a contratação do volante de 32 anos e entende que seria possível fazer esforços para contratá-lo, mas vê a negociação como muito difícil, viável apenas se houvesse o claro e inabalável desejo do jogador retornar ao Parque São Jorge.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top