Automobilismo

Em corrida com três largadas, Lewis Hamilton vence o Grande Prêmio da Toscana

(Photo by LUCA BRUNO/POOL/AFP via Getty Images)
— Continua depois da publicidade —

O hexacampeão mundial Lewis Hamilton venceu o GP da Toscana, na manhã deste domingo (13). A corrida foi marcada por muitos acidentes, onde oito carros abandonaram a prova. Com a primeira posição, Hamilton alcançou a marca de 90 vitórias na Fórmula 1 e fica a apenas uma do recorde de Michael Schumacher. Valtteri Bottas terminou em segundo e Alex Albon conquistou o primeiro pódio da carreira.

Inicio quente

Valtteri Bottas assumiu a liderança na reta até a primeira curva, com uma ótima largada. Em disputa com Lance Stroll, Carlos Sainz foi tocado na terceira curva e acabou rodando na pista. Sebastian Vettel ainda perdeu a asa dianteira, batendo na McLaren do espanhol. Porém, este não foi o único incidente.

Max Verstappen teve problemas com a bateria na largada e acabou ficando para trás no grid. Depois, acabou se envolvendo em uma batalha com Gasly, Grosjean e Raikkonen, foi tocado e acabou abandonando a prova. Outro piloto que abandonou a corrida, foi o vencedor da última prova, Pierre Gasly. O francês foi lançado para o muro de pneus durante a batalha que também tirou Verstappen do GP da Toscana.

Relargada intensa

Com os incidentes na primeira volta, o safety car foi chamado. Quando ele saiu na sétima volta e os carros se aproximaram demais na reta. Quando o Safety Car saiu, Bottas segurou o grid, como normalmente os pilotos fazem. Porém, os carros da parte de trás do grid, estavam mais rapidos e precisaram frear rapidamente e bateram. Com isso, Sainz, Magnussen, Giovinazzi e Latifi abandonaram após se chocarem na reta de largada. O incidente causou uma bandeira vermelha. Durante a paralisação, a Renault anunciou que Esteban Ocon não relargaria por conta de um super aquecimento nos freios.

Segunda largada da corrida

Assim como na semana passada, uma bandeira vermelha parou a prova devido a um incidente. Assim, os carros foram obrigados a relargar parados, assim como no início da corrida. Na reta até a primeira curva, Lewis Hamilton deu o troco um Bottas e reassumiu a liderança. Alex Albon não relargou bem e caiu da terceira para a sétima posição. Charles Leclerc não conseguiu sustentar sua terceira posição e foi caindo progressivamente no grid.

+ Especulações se confirmam e Sebastian Vettel vai defender a Aston Martin em 2021

Jogo de estratégias

Os carros começaram a fazer a parada a partir da volta 29. Vatteri Bottas foi para os pit na 31° volta da corrida, sendo seguido por Hamilton na Volta seguinte. Daniel Ricciardo ganhou a 3° posição de Lance Stroll após sua parada, com o undercut da equipe francesa funcionou muito bem.

Festa de acidentes

Na volta 44, Lance Stroll teve um problema com a suspensão do carro e bateu forte na curva Arrabbiata 2. Felizmente nada aconteceu com o piloto canadense. Com isso, todos os participantes do pódio de Monza abandonaram o GP da Toscana. Por conta do estrago na barreira de proteção, mais uma bandeira vermelha foi acionada e a prova foi parada.

Mais uma largada da corrida

Na volta 44, os carros se alinharam para a terceira largada da corrida. Daniel Ricciardo largou muito bem e ultrapassou Valtteri Bottas na primeira curva. Perez ultrapassou Albon, mas o tailandês recuperou a posição na curva cinco. O piloto da Red Bull ainda ultrapassou Daniel Ricciardo para ocupar a última posição do pódio.

Pódio inédito

Alex Albon finalmente consegue seu tão esperado pódio no GP da Toscana. O jovem tailandês manteve bem a distância para Daniel Ricciardo e terminou na terceira posição. Albon teve outras duas chances de terminar entre os três primeiros. Mas, em ambas as ocasiões acabou se acidentando com Lewis Hamilton, nos Grandes Prêmios do Brasil 2019 e da Áustria 2020.

Confira o grid final do Grande Prêmio da Toscana

Reprodução: Twitter/ F1

A Fórmula 1 retorna no dia 27/09, com o Grande Prêmio da Rússia, no autódromo de Sochi.

Siga os perfis do Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo