Internacional

Coudet explica não utilização de jovens e D’Alessandro no Gre-Nal 426

Divulgação/Internacional
— Continua depois da publicidade —

Na entrevista coletiva após a derrota colorada no Gre-Nal 426 por 2 a 0, Eduardo Coudet foi questionado pelos repórteres sobre a não utilização dos garotos da base e de D’Alessandro.

Para o clássico da Arena, Chacho relacionou apenas dois jogadores oriundos das categorias de base do clube: Bruno Fuchs, zagueiro titular, e Zé Gabriel, zagueiro/volante reserva. Garotos como Nonato, Praxedes e Peglow ficaram fora do banco de reservas. O técnico argentino entende que o Gre-Nal não é um bom cenário para lançar jovens.

“Não podemos dar responsabilidade aos jovens, principalmente em um Gre-Nal. Os jogadores da base precisam de uma estrutura para se sentirem cômodos. Acho que há momentos e momentos (para colocá-los em campo)”, disse Coudet.

Após ser suspenso por dois jogos no TJD-RS, D’Alessandro conseguiu um efeito suspensivo no dia do clássico e ficou à disposição para a partida. Porém, por escolha de Eduardo Coudet, o camisa 10 não saiu do banco de reservas, mesmo que o treinador pudesse fazer mais três alterações na equipe.

“Tinha a intenção de colocar o D’Ale, mas teríamos que mudar muitas posições para isso. Rodinei estava com câimbras, e não sabíamos se teríamos de trocar”, explicou Coudet.

Para saber tudo do Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo