São Paulo

Crespo comanda treino tático com reforços, e Hernanes e Orejuela seguem fora

Reforços treinam no São Paulo
Foto: Reprodução/SãoPauloFC

Nesta quarta-feira (07), o São Paulo deu continuidade ao cronograma de treinamentos durante a paralisação do futebol. No treino do dia, Crespo comandou atividade tática com a presença de grande parte dos reforços apresentados para a temporada. Tratando lesão, Hernanes e Orejuela não participaram.

Com a incerteza sobre a volta do Paulistão, o São Paulo permanece focado em seus treinamentos no CT da Barra Funda. Durante a quarta-feira, o técnico Hernán Crespo comandou um treino tático entre titulares e reservas, utilizando espaço reduzido.

A atividade utilizava somente metade do campo e buscava intensidade. A saída de bola foi um dos pontos mais trabalhos pelo treinador argentino.

HERNANES E OREJUELA SEGUEM FORA

Quem não participou da atividade foi o meia Hernanes e o lateral-direito Orejuela. Ambos não participaram do treino de ontem (06) e continuaram seus tratamentos no REFFIS durante esta quarta.

Segundo informações da ESPN, o lateral colombiano trata de um desconforto no joelho direito, enquanto Hernanes se recupera de dores musculares. O Departamento Médico do Tricolor não estipulou tempo de recuperação para os atletas.

REFORÇOS JÁ TREINAM

Ao contrário de Orejuela que não participou da atividade, boa parte dos reforços do São Paulo para a temporada 2021 treinaram nesta quarta-feira. O atacante ítalo-brasileiro Eder, e os meias William e Martín Benítez, fizeram parte do treino comandado por Crespo e sua comissão.

O grande destaque foi do argentino Benítez, que realizou o primeiro treino após ser apresentado oficialmente como reforço do Tricolor Paulista. O meia, inclusive, deve ser um dos inscritos ainda nesta primeira fase do Paulistão.

Com três vagas restantes para a Lista A da competição, a tendência é que Benítez, Miranda e Orejuela sejam os escolhidos; Eder e William devem entrar apenas na segunda fase.

RETORNO INCERTO

Com a paralisação do futebol estendida até 11 de abril, o São Paulo aguarda a definição da Federação Paulista junto ao Ministério Público e Governo do Estado, a respeito do retorno das competições. Ainda há a possibilidade do governador João Doria prolongar as restrições, dependendo do número de internações registradas em território paulista

A última partida do Tricolor aconteceu no dia 13 de março, há quase um mês, na derrota por 2 a 1 para o Novorizontino, fora de casa. Por enquanto, o São Paulo permanece com a sua programação de treinamentos no CT da Barra Funda, sem data para a retomada dos jogos.

Quer saber mais sobre o São Paulo, siga o Esporte News Mundo pelo TwitterFacebook e Instagram!

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top