Lutas

Cris Cyborg dispara contra Kayla Harrison: “Ela fala de mim para fazer o nome dela”

Divulgação/Facebook Bellator MMA

Sonhos de um duelo entre Cris Cyborg e Kayla Harrison começaram a surgir quando a última encerrou seu contrato com a PFL e esteve presente a um evento do Bellator em que a brasileira lutou e venceu. Mas para que tal duelo se realize, várias barreiras precisam ser retiradas, uma delas uma certa insatisfação da curitibana com a bicampeã olímpica no judô.

Tal insatisfação foi vocalizada por Cyborg em entrevista ao podcast Trocação Franca. Lembrando das diversas rusgas e problemas da época em que tentou, sem sucesso, lutar contra Ronda Rousey, a brasileira afirmou que a americana tem falado seu nome apenas para ‘fazer seu nome’, já que tem uma carreira apenas no início no MMA.

LEIA TAMBÉM

+ Kayla Harrison diz que quer luta contra Cyborg: “Seria um grande teste para mim”

+ Opinião: Porque Charles do Bronx é menosprezado por seus rivais no UFC?

– A Kayla tá fazendo o que a Ronda fez comigo. Se você for parar para pensar, a Ronda começou a falar de mim quando eu era campeã do Strikeforce, tentando manchar minha imagem e falando un monte de coisa, porque ninguém sabia quem era ela, E aí as pessoas começaram a conhecer a Ronda. E a Kayla está fazendo a mesma coisa. Ela vive falando de mim porque quer fazer o nome dela. Graças a Deus nunca precisei disso, sempre mostrei dentro do cage quem eu sou – declarou a paranaense.

Quando da época em que a luta entre Cyborg e Rousey era uma das mais sonhadas pelo fãs de MMA. a brasileira se recusava a aceitar condições da americana, que queria que a luta ocorresse no peso-galo (a curitibana luta nos penas). Isto e outras trocas de farpas entre ambas acabaram inviabilizando tal duelo.

E será que o destino será o mesmo se a brasileira enfrentar a bicampeã olímpica? Para Cris Cyborg, a luta é vista como viável. Apesar de também acreditar que Harrison renovará com a PFL, o que teria que forçar o Bellator a tentar uma co-promoção para que o duelo aconteça.

– Eu acho que essa luta com a Kayla vai acontecer, mas também vejo que ela vai renovar com a PFL. Não sei se o UFC vai pagar o que ela quer e não sei se ela quer o Bellator, mas eu não acho que ela vai deixar a PFL. De qualquer modo, a gente poderia fazer uma co-promoção – disse,

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top