Internacional

Cristiano Pilla, candidato à presidência do Inter, quer aproximação com a torcida e não pretende mudar o futebol até o fim da temporada

Divulgação/OPovoDoClube

Na noite desta segunda-feira (16), o Esporte News Mundo entrevistou, ao vivo, o candidato à presidência do Internacional, Cristiano Pilla. Durante as mais de uma hora e meia de conversa, com os setoristas do Inter aqui do canal, o elegível explicou o plano de gestão e revelou algum dos pilares que pretende seguir, caso eleito. Segundo ele, é importante o clube se reaproximar da torcida, e que, por respeito aos profissionais, não haverá mudanças no departamento de futebol, até fevereiro de 2021.

Cristiano Pilla quer a torcida junto ao Inter

“Queremos resgatar a identidade popular do Inter, trazer de volta o torcedor mais humilde ao Beira-Rio”. Foi com essa frase que Cristiano Pilla, candidato à presidência do Internacional, abriu a entrevista. Na visão dele, o clube, com o passar dos anos, começou a se afastar do contato com os fãs. O alto preço de ingressos, por exemplo, foi usado de argumento para criticar a gestão atual. Com isso em mente, Pilla prometeu que, em jogos com menor demanda, diminuirá os preços, para conseguir ampliar o uso da capacidade do estádio.

Que jogos pequenos permitem uma flexibilização de preços é algo plausível. Porém, como fazer nos grandes jogos, em que todos os mais de 100 mil sócios gostariam de ir. Segundo Cristiano Pilla, caso ele seja eleito, será criado um “plano de milhagem” para dar preferência de ingresso, em jogos decisivos, aos sócios que vão sempre no estádio.

Quando o quesito é aproximação com a torcida, Cristiano Pilla não tratou somente de redes sociais ou de ingressos acessíveis. Na visão do candidato, o clube precisa abrir as portas do Beira-Rio aos colorados. “Nosso primeiro ato de gestão vai ser retirar as grades, que existem em torno do estádio. O torcedor merece um livre acesso junto a seu patrimônio”, disse Pilla. Além disso, o candidato afirmar que pretende iniciar um projeto de visitação, aonde o colorado poderia adentrar e visitar os setores da administração durante o horário de trabalho.

O departamento de futebol

O ano de 2020 tem sido bastante conturbado no departamento de futebol do Internacional. Em setembro, por exemplo, o então vice-presidente de Futebol, Alessandro Barcellos, foi demitido por anunciar anseios de ser presidente, junto a outro movimento. E então, há uma semana, Eduardo Coudet pediu demissão e Abel Braga foi contratado. Como candidato à presidência, Cristiano Pilla não poderia fugir destes questionamentos.

Primeiramente, Cristiano Pilla fez questão de deixar claro uma coisa, que quer “manter os profissionais até o fim da temporada, em fevereiro de 2021”. Segundo ele, “a saída de Coudet não era do agrado do Povo do Clube (movimento pelo qual Pilla concorre) ”. Porém, mesmo assim, “Abel Braga é um técnico multicampeão e muito respeitado por nós”, afirmou o candidato. Todavia, a sequência do treinador, até o final do ano que vem, depende muito dos resultados e do trabalho, pois “ele será reavaliado em fevereiro”, afirmou Pilla, explicando como conduzirá o futebol caso eleito.

Rodrigo Caetano, diretor Executivo do Inter, diferentemente de Abel Braga, tem contrato encerrando em dezembro. Porém, na visão de Cristiano Pilla, o ideal seria manter o dirigente, pelo menos até fevereiro. “Mesmo que ele não fique depois, é importante dar sequência ao trabalho até o fim definitivo da temporada, até para não ocorrer nova quebra de grupo”, disse o candidato. Entretanto, Pilla também afirmou que, caso surja alguma negociação viável em janeiro, já pensaria, ali, em reforçar o elenco.

A eleição no Internacional

O próximo presidente do Internacional começa a ser decidido no dia 26 de novembro. Com primeiro turno dentro do Conselho Deliberativo, caberá aos conselheiros decidirem quem – entre Cristiano Pilla, José Aquino Flôres de Camargo, Alessandro Barcellos e Guinther Spode – irá disputar o voto popular. Os dois mais votados, entre esses, disputarão o voto do pátio, aonde os sócios, no dia 15 de dezembro, definirão o próximo comandante colorado até 2023.

Para saber tudo das eleições do Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top