Cruzeiro

Mudança de chave: ideias de Conceição funcionam e treinador ganha moral com a vitória no clássico

Felipe Conceição. Cruzeiro X Atlético-MG, pelo Campeonato Mineiro, no estádio Mineirão em Belo Horizonte. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
Bruno Haddad/Cruzeiro

Desde a chegada de Felipe Conceição ao Cruzeiro, a palavra da moda é a intensidade. O treinador veio à Raposa para implantar um estilo de jogo ofensivo. Apesar do início de trabalho não muito resultadista, os jogadores celestes estão assimilando mais as ideias do técnico, que ganha crédito com a vitória no clássico.

O Cruzeiro bateu seu maior rival, o Atlético, por 1 a 0, na 9ª rodada do Campeonato Mineiro. Com isso, a equipe estrelada alcançou um marco positivo ainda não atingido na temporada, o de três vitórias consecutivas. Com a derrota do América diante a Tombense, os celestes subiram para a vice-liderança da competição e encaminham sua classificação às finais.

Felipe Conceição instruindo seus atletas no confronto contra o Atlético // Foto: Bruno Haddad
Felipe Conceição instruindo seus atletas no confronto contra o Atlético // Foto: Bruno Haddad

Além do resultado positivo, o Cruzeiro foi capaz de neutralizar as ações ofensivas do Atlético, que não balançou as redes. Esta é a quarta partida consecutiva que a Raposa não sofre nenhum gol. Alguns números da equipe estrelada diante o Galo impressionam e mostram a entrega e a coletividade do time comandado por Felipe Conceição:

  • ONZE jogadores com rebatidas
  • SETE jogadores com desarmes
  • SETE jogadores com interceptação
  • SETE jogadores com assistências para finalização

Dados coletados no FootStats

Em entrevista coletiva, Conceição destacou o “crescimento individual e coletivo” da equipe. De acordo com ele, o Cruzeiro não abdicou da sua filosofia de jogo, independente da força do seu adversário.

– O trunfo foi jogar como a gente vem jogando e construindo. A gente não fugiu das nossas características por causa do adversário. Acho que isso foi a demonstração de força que nós tivemos. Jogamos como vínhamos jogando, como estamos construindo esse tipo de jogar no Cruzeiro. Viemos para isso e os atletas, hoje, foram muito disciplinados, tiveram coragem e confiança de manter o nosso padrão, independente do adversário que tivemos hoje, e isso me deixa muito feliz.

Conceição totaliza dez jogos à frente da Raposa. Nas quatro primeiras partidas, os celestes somaram uma vitória, dois empates e duas derrotas, o que totaliza uma porcentagem 41% de aproveitamento. Já nos últimos seis confrontos, o Cruzeiro venceu quatro jogos, empatou um e perdeu outro, conquistando um aproveitamento de 72%. Esses números mostram a evolução da equipe, que vem melhorando seu desempenho e, consequentemente, alcançando melhores resultados.

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top