Cruzeiro

Conselheiros aprovam constituição que permitirá Cruzeiro virar clube-empresa

Cruzeiro conselheiros Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O Conselho Deliberativo do Cruzeiro aprovou, nesta terça-feira (3), a constituição da Sociedade Anônima do Futebol (SAF), que permitirá que o time vire clube-empresa. Agora, os celestes precisam apenas da assinatura do Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, para que tal medida possa entrar em vigor.

A Raposa fica à espera da sanção do PL nº 5516/2019, que conta, além da aprovação de Bolsonaro, com o voto de permissão do Senado Federal e da Câmara dos Deputados. Diretores do Cruzeiro acreditam que esse é um grande passo para o clube conseguir sanar suas dívidas. A votação contou com votos positivos em larga escala.

Veja também: De volta! Vanderlei Luxemburgo é o novo técnico do Cruzeiro; relembre passagens

Confira os números da votação que aprovou a constituição da Sociedade Anônima do Futebol para o Cruzeiro, na reunião do Conselho Deliberativo.

PRESENCIAL: 168
À favor: 163
Contra: 5

ONLINE: 56
À favor: 54
Contra: 1
Nulo: 1

Sérgio Santos Rodrigues em palestra na reunião dos Conselheiros // Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Sérgio Santos Rodrigues em palestra na reunião dos Conselheiros // Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Foi criada uma comissão que irá acompanhar o procedimento da SAF. Entre os nomes eleitos estão Paulo Henrique Pentagna (Banco BS2), Alexandre Azevedo (Grupo Seculus), Regis Campos (Emccamp), Bruno Oliveira (Supermercado BH) e Alvimar de Oliveira Costa. O vice-presidente do clube, Edson Potsch, concedeu entrevista falando sobre a importância de tal aprovação. Para ele, este é o melhor caminho que o Cruzeiro pode seguir.

—  Acreditamos que a constituição da SAF Cruzeiro Esporte Clube seja neste momento o melhor caminho para que o clube consiga saldar suas dívidas e ainda receber um grande investimento para o futebol. Infelizmente, a instituição, representada pelas últimas gestões, não teve a preocupação com a sua segurança financeira para o futuro e isso nos custou e tem nos custado muito caro. Cabe ressaltar que a maior parte dessas dívidas contraídas por essas gestões anteriores explodiram em pleno centenário. No cenário atual, a aprovação do PL nº 5516/2019 veio em ótima hora, pois ela proporciona segurança para todas as partes, inclusive com benefícios específicos que contribuem para a captação de investidores —, disse o vice-presidente em entrevista ao Super FC.

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram Facebook

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top