Cruzeiro

Cruzeiro é condenado a pagar R$ 3,2 mi a Rafael Sobis, por ação trabalhista

Cruzeiro é condenado a pagar R$ 3,2 mi a Rafael Sobis
— Continua depois da publicidade —

O Cruzeiro foi condenado em primeira estância a pagar cerca de R$ 3,2 milhões nesta terça-feira (16), por ação trabalhista movida por Rafael Sobis. O jogador, que atualmente está no Ceará, pedia R$ 4,1 milhões por não cumprimento do acordo datado na rescisão contratual.

Rafael Sobis saiu do Cruzeiro em janeiro de 2019, quando tinha vínculo de mais 12 meses no clube. O acordo seria que a Raposa pagasse quase R$ 4 milhões ao atacante divididos da seguinte maneira: R$ 3.296.515,55 referente à premiações, férias, cláusula compensatória desportiva e 13° salário de 2018; e R$ 697.142,85 correspondentes às parcelas de imagem de outubro a dezembro de 2018.

O parcelamento desses pagamentos foram divididos em 10 vezes para o primeiro pagamento e quatro para o segundo. O Cruzeiro já pagou a primeira parcela integral dos dois valores, o que corresponde a R$ 504 mil, e depois ficou inadimplente. A decisão da Justiça cabe recurso das duas partes.

Rafael Sobis chegou ao Cruzeiro em 2016, conquistou pela Raposa duas Copas do Brasil, em 2017 e 2018, e deixou o time azul antes da crise generalizada que teve dentro do clube, que acarretou no rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

A atual gestão de Sérgio Santos Rodrigues tenta quitar inúmeras dívidas que etão na FIFA referentes a própria negociação do Cruzeiro com o Tigres, do México, clube que Rafael Sobis defendia.

Veja também: Justiça bloqueia R$ 49 mil das contas de Itair Machado e Wagner Pires

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo