Cruzeiro

Com jovens ganhando espaço, Cruzeiro deve ter meio-campo com média de idade baixa diante o São Raimundo

URT x Cruzeiro, pelo Campeonato Mineiro, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Gustavo Aleixo/Cruzeiro

O técnico Felipe Conceição está em busca de achar seu onze ideal nesse início de trabalho pelo Cruzeiro. Contra a URT, ao perder jogadores que vinham atuando como titulares, o treinador mexeu algumas peças, rejuvelhecendo a equipe.

No segundo tempo diante a equipe de Patos de Minas, quando a Raposa marcou seus gols e se impôs mais, a média de idade dos atletas que jogaram no meio-campo era mais baixa em comparação ao time titular da estreia do Mineiro. Vale destacar que o treinador utiliza o 4-1-4-1 como esquema, tendo assim, cinco jogadores atuando como meio-campistas.

Contra a URT, Conceição não pôde contar com Matheus Neris, de 22 anos, por conta de uma lesão muscular e com Felipe Augusto, de 29 anos, suspenso após ser expulso na partida anterior. Em suas posições entraram Adriano, de 21 anos, e Airton, de 22. Por opção técnica, o comandante da Raposa tirou da equipe meia Marcinho, de 25 anos. Em seu lugar, entrou o jovem Claudinho, que tem apenas 20 anos de idade.

No intervalo do jogo, Conceição substituiu William Pottker, de 27 anos, e colocou o recém-contratado Bruno José, de 22. Com isso, o Cruzeiro começou a segunda etapa com Adriano (21 anos), Claudinho (20), Matheus Barbosa (26), Airton (22) e Bruno José (22). Isso totaliza uma média de idade de aproximadamente 22 anos.

Na estreia do Campeonato Mineiro, contra o Uberlândia, o Cruzeiro tinha seu meio-campo composto por Matheus Neris (22 anos), Matheus Barbosa (26), Marcinho (25), Felipe Augusto (29) e William Pottker (27) No total, a média de idade dos meias celestes eram de aproximadamente 26 anos.

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top