Atlético-MG

Cruzeiro e Rafael se encontrarão pela primeira vez desde a ida do goleiro ao Atlético

Rafael atuando pelo Cruzeiro (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Durante quase duas décadas, Rafael escreveu páginas heroicas e mortais pelo Cruzeiro. Agora, representando o Atlético, o goleiro busca lutar – até mesmo por espaço – para se tornar vencedor representando as cores alvinegras. O clássico de domingo entre as duas equipes será o primeiro que o jogador e a Raposa estarão em lados opostos.

Em 2020, Rafael completaria 18 anos vestindo a camisa celeste. Porém, em consenso com a diretoria estrelada, o atleta rompeu seu vínculo e foi liberado para assinar com outra equipe. O Atlético, maior rival do Cruzeiro, contratou o jogador.

Rafael foi anunciado como novo reforço do Galo no dia 3 de março. O primeiro e único clássico da temporada passada foi três dias após o término das negociações. Com isso, não deu tempo para o atleta ser relacionado para a partida contra seu ex-clube. Na ocasião, Victor foi o goleiro atleticano. Os alvinegros levaram a melhor no confronto, vencendo o jogo por 2 a 1.

HISTÓRIA COM O CRUZEIRO

Rafael é cria da base celeste. Em 2002, com apenas 13 anos, o goleiro chegou a Toca da Raposa para atuar pelos juniores. Sua estreia no profissional foi também em um clássico, mas contra o América. A partida foi disputada em 2008, no Independência, e vencida pelo Cruzeiro por 2 a 1.

O goleiro já chegou a disputar oito clássicos vestindo a camisa estrelada e carrega um excelente retrospecto. Enquanto Rafael esteve em campo, o Cruzeiro venceu três partidas, empatou quatro e perdeu apenas uma. Vale destacar que uma dessas vitórias foi a maior goleada aplicada pela Raposa no rival, o 6 a 1, em 2011.

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top