Cruzeiro

Cruzeiro sofre quatro gols de cabeça em dois jogos e mostra fragilidade defensiva

Cruzeiro sofre quatro gols de cabeça em dois jogos
— Continua depois da publicidade —

O Cruzeiro passa por uma crise de enormes proporções na Série B. Após perder para o CSA e Avaí nas últimas duas rodadas, o time mineiro pode voltar à zona de rebaixamento. Analisando as duas últimas partidas da Raposa é possível identificar um problema em comum, a bola aérea.

A defesa do Cruzeiro é a quarta mais vazada da competição, com 13 gols sofridos, e tem saldo de gols de dois negativo. Nos dois últimos jogos, a equipe celeste levou quatro gols, todos de cabeça. Contra o CSA, Léo foi o jogador mais criticado pela torcida, mas não estava em campo na derrota para o Avaí devido a um pequeno edema ósseo no joelho direito. Manoel foi escalado como titular junto de Cacá.

Lembrando que para a próxima partida, contra a Ponte Preta, Cacá está suspenso e Léo é dúvida. Com isso, há chances de uma dupla de zaga inédita do Cruzeiro no campeonato. Manoel, Marllon, Paulo e Ramon são os zagueiros que estão à disposição do técnico Ney Franco.

Outro jogador do Cruzeiro que vem sendo alvo de críticas da torcida é o goleiro Fábio, que respondeu dizendo que sua autocobrança nos treinamentos não é reconhecida.

Estilo de Ney Franco

Apesar do técnico Ney Franco ter utilizado dois esquemas táticos diferentes no últimos dois jogos, a proposta de ter as ações ofensivas do jogo a todo o momento foi algo semelhante nas últimas duas rodadas. Pode-se questionar a efetividade do ataque, que marcou apenas um gol em dois jogos, mas algo que é inquestionável são os problemas defensivos do Cruzeiro.

Tanto contra o CSA quanto o Avaí, o Cruzeiro tinha maior posse de bola e chegou mais ao ataque, porém quando o adversário alçou bolas na área, a defesa cruzeirense não conseguiu afastar.

O treinador Ney Franco tem o desafio de tratar os problemas de posicionamento dos defensores do Cruzeiro e treinar a proteção em bolas aéreas. Uma vez que esse é um dos pontos fracos da Raposa, os adversários irão explorar essa fragilidade, e assim, o clube celeste pode ser surpreendido até contra os adversários de menor expressão.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top