Atlético-MG

Cuca fala sobre Atlético seguir vivo nas três principais competições: ‘Não significa nada, tudo pode acontecer’

Foto: Reprodução / TV Galo

O Atlético venceu o Fluminense mais uma vez e garantiu a classificação para a semifinal da Copa do Brasil. Apesar das duas vitórias, o técnico Cuca não deixou de exaltar a força do tricolor carioca. Veja a análise do treinador:

— No primeiro tempo, um jogo muito bem marcado. Fluminense joga na proposta do contra-ataque, com os pontas velozes, a referência do Fred e uma bola parada muito boa. Jogo igual no primeiro tempo, o Fluminense teve chances também. No segundo tempo, não diria que (a melhora) só pela entrada do Diego (Costa), mas a mudança de postura também. Nós com quatro ou cinco minutos já tínhamos três chances claras. Neutralizamos bem o adversário na segunda etapa, o Fluminense não teve muitas chances, mas foi um time muito brioso e que valorizou muito a nossa classificação.

Com a classificação, o Atlético se mantém não só vivo, mas bem forte na luta pelos três principais títulos, sendo semifinalista da Libertadores e da Copa do Brasil e líder do Brasileirão. Para Cuca, isso não significa muito, já que não há garantia de nada:

— A gente está em uma semifinal de Libertadores e de Copa do Brasil, já ganhamos o Mineiro, estamos encabeçando o Brasileiro. Mas, isso não significa nada. Na verdade, significa só que ganhamos o Mineiro, isso ninguém pode tirar (risos). Daqui pra frente tudo pode acontecer. É um momento que você pode ganhar três, dois, um título ou nenhum. O sucesso e o fracasso, a distância é muito curta.

Para buscar esses três títulos, o treinador afirma que conversa diariamente com vários jogadores, principalmente os que não sabem ainda o que é o Atlético, por não terem a presença da torcida diariamente, por exemplo: ” (Os jogadores) Tiveram uma ideia no jogo com o River. É um clube carente de títulos, com uma torcida apaixonada demais. Vivemos um momento que estamos nas três frentes com chances de ganhar, mas nenhum com segurança de ganhar, só a condição.”

+ Com gol diante do Fluminense, Hulk se torna o maior artilheiro do Atlético-MG no ‘Novo Mineirão’

Dentre esses jogadores, Cuca tem o recém-chegado Diego Costa, que “conheceu o Atlético” justamente na citada partida contra o River. O jogador entrou nos últimos três jogos do alvinegro, marcou na estreia e hoje praticamente mudou o jogo no segundo tempo. Apesar disso, o treinador pede calma com uma titularidade dele: “É um jogador que estava a sete meses sem jogo. A gente tá fazendo as coisas gradativamente, sem pressão e sem pressão. Até em proteção ao jogador”.

O Atlético volta á campo no sábado (18), às 19h, também no Mineirão, contra o Sport.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top