Atlético-MG

Cuca exalta elenco do Atlético-MG, evita polêmica com arbitragem e comenta sequência invicta no Brasileirão

Foto: Pedro Souza/Atlético

O Atlético-MG venceu o Santos na noite desta quarta (13) por 3 a 1. O técnico Cuca comentou sobre a partida e a dificuldade de se enfrentar sua ex-equipe. 

– Um jogo muito tenso, nervoso para ambas as equipes. O Santos tem uma proposta de jogo muito interessante. Com os alas velocistas e o Marinho fechando fazendo um segundo atacante eles tem um velocidade encaixada. Em uma delas eles encaixaram e fizeram o gol. Foi um jogo diferente, de não aceitar a derrota. Abrimos a equipe dentro do que entendemos necessário. As trocas foram boas e quem entrou, entrou muito bem para ajudar.

Agora com 18 jogos seguidos sem perder no Brasileiro, o Galo atingiu sua segunda maior sequência na história: são 14 vitórias e 4 empates. Sempre cauteloso, o treinador comentou sobre o momento do time.

– É um índice maravilhoso mas, mesmo assim, não abrimos uma grande frente. Temos que fazer nosso trabalho. As rodadas vão passando, diminuindo o número de jogos e que a gente continue nessa batida. Temos que aproveitar ao máximo o momento que vivemos porque é muito bom.

Quem também trabalhou bastante foi a arbitragem. Além dos dois pênaltis marcados com o auxílio do VAR na segunda etapa, a torcida atleticana ficou na bronca por causa de dois lances dentro da área na primeira etapa.

– O lance do Zaracho foi muito claro. Puxaram a camisa do Zaracho e era um penalti fácil de marcar e ele não foi nem chamado (pelo var). Então não podemos pôr a responsabilidade só no árbitro. Mas o importante é que vencemos, é um jogo muito dificil – Disse Cuca quando questionado sobre os lances

Para este jogo, o Atlético contou com mais desfalques que o normal. Além dos jogadores convocados e Vargas, lesionado, o Galo não teve Hulk, vetado de última hora por conta de um edema na coxa e Savarino que continua sua recuperação física. Para o treinador as mudanças fizeram diferença na equipe.

– A gente tem muitas baixas. Temos que medir forças, o campeonato é muito duro com jogos muito intensos. Lançamos o Sasha que entrou muito bem e ajudou, também o Nacho. Então são coisas que trabalhamos no dia a dia sem ficar expondo mas usando o grupo. Hoje foi uma prova muito grande de que o grupo venceu uma partida muito difícil.

O Atlético-MG volta a campo no próximo domingo, 17, às 18:15 contra o Atlético-GO em Goiânia.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top