Campeonato Brasileiro

Cuca elogia desempenho de Wellington Tim e Marcos Leonardo em duelo contra o Atlético-MG

Foto: Divulgação/Santos Futebol Clube

O Santos visitou o Atlético-MG, no Mineirão pelo duelo atrasado da 28º rodada do Campeonato Brasileiro e saiu derrotado com o placar de 2 a 0. Após a partida, a equipe do técnico Cuca, agora, tem todas as atenções para a final da Conmebol Libertadores diante o Palmeiras, no estádio do Maracanã.

Na coletiva, depois do jogo diante o Galo, o assunto foi a decisão diante o rival pela competição internacional.

Porém, o técnico falou sobre a maratona de jogos que teve em seis dias pelo Campeonato Brasileiro. Dentro disso, as partidas diante Fortaleza (fora), Goiás (casa) e Atlético-MG (fora), serviram para o comandante alternar reservas e titulares.

Além de dar oportunidades para jogadores da base, como o lateral esquerdo Wellington Tim e o atacante Marcos Leonardo, ambos os atletas deixaram uma boa impressão na partida do Mineirão.

O lateral esquerdo Wellington Tim, foi pela primeira vez relacionado entre os titulares no confronto diante o Fortaleza na semana passada e entrou no decorrer da partida contra o Atlético-MG no Mineirão.

Com boa postura e firmeza na marcação, deixou uma sensação positiva no duelo diante o Galo. O técnico Cuca, avaliou o desempenho do atleta;

Ele entrou no lugar do Palha. Palha não fez um bom jogo. Me confidenciou que ainda sente alguma sequela da Covid-19. Por isso que não conseguiu desempenhar o que geralmente desempenha. Tem crédito, tem nossa confiança. Wellington entrou muito bem, fez marcação e saiu para apoio. É lateral também, assim como zagueiro. Ajustou marcação no setor e segundo tempo foi mais equilibrado que o primeiro”. – elogiou o treinador

Quem fez um bom papel, foi o atacante Marcos Leonardo que foi o responsável pelas melhores chances do Santos na partida. O técnico Cuca, falou bem do jovem e disse que falta pegar mais experiência para corrigir alguns aspectos individuais;

– “Tem 17 anos, afogou. Correr em campo enorme… Adversário saiu na frente, com jogadores tarimbados. Alonso e Réver. Tem sido maravilhoso ganhar experiência. Esse menino não é para já, mas tem evoluído muito. Já pensou daqui um ano ou um ano e meio? Pegando corpo em cima de jogos importantes? Foi muito bem, uma pena não ter feito gol. Everson pegou, depois voleio passou perto. É definidor, também tem velocidade. Vai aprendendo os caminhos, descobrir a segunda bola e o tempo vai ensinar naturalmente“. – ponderou o treinador

O próximo compromisso do Santos será a final da Libertadores diante o Palmeiras, no sábado (30), às 17:00 (horário de Brasília), no estádio do Maracanã.

Quer saber mais sobre o Santos, siga o Esporte News Mundo pelo Twitter, Instagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top