Santos

Cuca vê Santos melhor em empate, mas lamenta chances perdidas: “Tivemos o controle do jogo”

Cuca, em Santos 1x1 Fortaleza (Ivan Storti/Santos)
— Continua depois da publicidade —

Cuca lamentou mais um empate do Santos no Campeonato Brasileiro. Desta vez, o Peixe ficou no 1 a 1 contra o Fortaleza, na Vila Belmiro, pela 12ª rodada da competição nacional. O treinador viu o Alvinegro criar mais oportunidades e ter o controle da partida.

O técnico também afirmou estar contente com a produção do Santos mesmo com viagens e partidas por duas competições, além do bloqueio na FIFA no registro de novos atletas. Na volta do Equador, na sexta-feira, o Peixe ficou quase 16h dentro do avião.

“Nosso primeiro tempo foi bem jogado, bem administrado, criamos chances e fizemos o gol. Quando toma o gol com 3 minutos, você entra no jogo do Fortaleza, se torna um jogo perigoso. Colocamos o time mais à frente depois dos 15 minutos, perdemos gols incríveis, com Soteldo, Raniel e Marinho. Criamos muitas chances. A meu ver, foi um resultado que era pra ter vencido. Tivemos a partida sob controle, sofremos contra-ataques, que são normais também”, comentou o treinador, em entrevista coletiva virtual após o empate.

“Não é um time ideal, é o jogo ideal. A gente tem jogado assim até nas derrotas, temos sido melhores que os adversários, estamos construindo um padrão. Tem dias que o jogador não consegue jogar na alta que eles têm. Tem fatores: cansaço, desgaste, uma dor ali, outra aqui. Eles são seres humanos, estou contente com o que eles produziram. É desigual, um time que descansou a semana inteira e o outro que jogou meia-noite de quinta lá no Equador, viajou 15h pra cá, trocou de roupa e já foi para outro jogo. Não tem o que lamentar, só o resultado, que era pra ter ganho”, acrescentou Cuca.

O treinador ressaltou a importância da partida contra o Olimpia-PAR, no Paraguai, pela penúltima rodada da fase de grupos da Libertadores. Um simples empate classifica o Santos às oitavas de final, porém, Cuca expôs outros cenários.

“É decisão. Se o Olimpia perder, está fora. Se ele empatar, está praticamente fora. Com uma derrota, ficamos perigoso também, porque joga o último jogo contra os argentinos e é difícil. Vamos equilibrar bem esse time, esses guerreirinhos”, disse.

Para saber tudo sobre o Santos, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

To Top