Internacional

Cuesta comenta modelo de jogo do Internacional, elogia reforços e projeta duelo ‘difícil’ pelo Gauchão

Ricardo Duarte/Internacional

A temporada de 2022 já começou para o Internacional e o clube espera conquistar grandes resultados. Para isso, além de trazer alguns reforços importantes, alterou, também, o comando técnico. Diante de um novo trabalho, sob o comando do argentino Alexander Medina, o zagueiro Víctor Cuesta fez questão de avaliar o modelo e analisar aquilo que acredita ainda faltar para a plena realização das táticas propostas.

– É uma proposta (de jogo) bem diferente, pressionando o tempo todo lá em cima, jogando com linha alta. Acho que no primeiro jogo a gente conseguiu mostrar um pouco da ideia. Obviamente falta muito, falta se encaixar melhor, ir pegando o ritmo de jogo também. Então é continuar trabalhando para que o Inter possa ser uma equipe bem competitiva e brigar pelos seus objetivos – afirmou o zagueiro Víctor Cuesta, em entrevista para o “Canal do Inter”, divulgada nesta sexta-feira (28).

Para saber tudo sobre o Internacional, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Titular do Internacional desde que foi contratado, em 2017, Víctor Cuesta já vou o elenco alternar diversas vezes. Nesta temporada, são quatro reforços anunciados pelo Internacional até o momento – Liziero, Wesley Moraes, D’Alessandro e David – e o zagueiro fez questão de elogiar e destacar as principais qualidades de cada um.

– São jogadores de muita qualidade. O David é muito rápido, o Wesley (Moraes) mais do pivô e de ser um centroavante que gosta de finalizar. E tem o D’Ale, que todo mundo já conhece e que pode acrescentar tanto dentro quanto fora do campo. O Liziero já conseguiu estrear com a camisa do Inter. Então acho que vão acrescentar muito e todo reforço é bem vindo ao grupo – comentou Víctor Cuesta.

Apesar de objetivo ser uma grande temporada, o Internacional pensa jogo a jogo. No próximo sábado (29), o time treinado por Alexander Medina enfrenta o União Frederiquense, no Beira-Rio. Diante disso, Víctor Cuesta se afirmou que espera um duelo difícil, mas que, por ser mandante, o Colorado precisa se impor.

– Jogo difícil, como todos. Mas a gente joga na nossa casa, com nossa torcida, então tem que se impor. A gente vai trabalhar hoje para preparar o jogo e ficar com os três pontos – finalizou o zagueiro do Internacional, Victor Cuesta.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top