Esportes olímpicos

Da infância difícil ao sucesso olímpico: O legado de Simone Biles para a ginástica

Foto: Team USA

Os Jogos Olímpicos revelam atletas, mais do que isso, revelam personagens que ficarão marcados para sempre na vida dos amantes do esporte. Um grande exemplo é a ginasta Simone Biles, que fez história nos Jogos Rio 2016. A americana de apenas 24 anos voltou para casa com quatro medalhas de ouro e uma de bronze, sendo sucesso absoluto na disputa.

Antes de Biles, nenhuma outra atleta havia conseguido o feito de subir ao pódio cinco vezes em uma mesma competição.

Em Tóquio, a atleta é um dos principais nomes dos Estados Unidos na ginástica e promessa de mais medalhas para o país. Ainda que tenha pouca idade e esteja disputando apenas sua segunda olimpíada, Biles já anunciou que Tóquio provavelmente será seu último jogos olímpicos. Em entrevista à rede britânica BBC, em 2019, a atleta revelou:

— Sinto dores na maior parte do tempo. Eu definitivamente tenho planos para que Tóquio seja minha última Olimpíada. Sinto que meu corpo já foi muito exigido e está meio que desmoronando. Não que eu realmente possa dizer isso, mas é o que sinto em boa parte do tempo.

Alto desempenho

Ainda que Simone tenha destacado as dores físicas que vem sentindo, a atleta não diminuiu o nível. Na etapa de Stuttgart, da Copa do Mundo de Ginástica Artística All-Around (individual) de 2019, Simone foi destaque absoluto. A atleta foi a melhor em todos os aparelhos disputados e terminou na liderança da classificação geral, com 58.800 pontos.

Para Tóquio, Biles conquistou a vaga após vencer a seletiva americana para os jogos. Ao lado dela, Sunisa Lee, Jordan Chiles, Grace McCallum, Jade Carey e MyKayla Skinner formarão a equipe de ginástica feminina dos Estados Unidos.

Legado

Ainda que Simone Biles decida mesmo não competir mais em olimpíadas, a verdade é que o esporte já ganhou muito com a atleta. Inspiração para milhares de meninas que sonham um dia disputar a ginástica, a norte-americana com certeza já entrou para a história da modalidade e será lembrada para sempre como a primeira atleta a subir cinco vezes no pódio olímpico em uma mesma edição. Biles nasceu para quebrar recordes e esperamos que em Tóquio 2020 a história siga sendo escrita.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook.

Trajetória

A jovem, que hoje brilha na ginástica artística, não teve uma vida fácil. Logo aos três anos, a menina foi viver com o pai, visto que a mãe era dependente de álcool e drogas. O serviço social dos Estados Unidos precisou intervir e com isso a atleta foi separada de sua mãe e alguns irmãos.

Aos seis anos, teve seu primeiro contato com a ginástica artística. Após um passeio de escola a um centro de ginástica, Biles chamou a atenção de alguns instrutores e retornou para casa decidida a iniciar no esporte. Aos oito anos, a americana foi descoberta por Aimee Borman, que viria a ser sua treinadora futuramente.

Em 2013, Simone venceu seu primeiro título individual geral no mundial. De lá pra cá, foram mais de 25 medalhas em olímpiadas e mundiais, sendo a maioria de ouro.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top