Campeonato Catarinense

Da zona de rebaixamento ao título incontestável, Umberto Louzer coroa bom momento na Chapecoense

Foto: Márcio CunhalACF
— Continua depois da publicidade —

A Chapecoense conquistou no último domingo (13) o título do Campeonato Catarinense 2020. Entre os responsáveis pela recuperação da equipe e a conquista do estadual está o técnico Umberto Louzer. Esse é o segundo título estadual da carreira do treinador, que já havia vencido o Paulista da A2, em 2018, com o Guarani.

Umberto Louzer está agora ao lado de Vágner Mancini, Guto Ferreira, Mauro Ovelha e Agenor Piccinin, como campeões catarinense com a Chapecoense no século XXI. Na quinta final consecutiva da Chape, Louzer conseguiu acabar com o jejum de três anos sem título com uma campanha irretocável de recuperação.

DA ZONA DE REBAIXAMENTO AO TÍTULO ESTADUAL

Quando foi contratado no dia 17 de fevereiro, Louzer se deparou com uma Chapecoense na vice-lanterna do estadual com três pontos. As três últimas partidas da primeira fase foram determinante. Contra o Figueirense, o time comandado por Louzer empatou em 0 a 0. Já contra o Joinville e o Tubarão saiu com a vitória em mãos e a classificação para as quartas de final em oitavo e último lugar.

A partir das quartas de final, assim como na Série B, Louzer foi adaptando o time as adversidades causadas por baixas de Covid-19 e lesão. Improvisou o lateral-direito Matheus Ribeiro no ataque, propôs um jogo com quatro atacantes, uniu a base e jogadores mais experientes. O resultado foi o título do Catarinense diante do Brusque.

Nas quartas de final superou Avaí, na semi o Criciúma e na grande final o Brusque. A trajetória do treinador até o título foi de: oito jogos, cinco vitórias, dois empates e apenas uma derrotas. Foram 12 gols marcados e apenas três sofridos.

– O título aproxima ainda mais o torcedor, que vê o grupo se entregando. Aqui lutamos do início ao fim. Fomos premiados, mas foi fruto do que construímos. Não é fácil sair de lá de trás e classificar. Passamos por adversários complicados e encaramos um Brusque bem armado pelo Jersinho. Somou muitos pontos dentro da competição, mas superamos – disse o treinador.

Atletas e comissão técnica da Chapecoense comemoram o título do Catarinense 2020. Foto: Márcio Cunha|ACF
TRABALHO COLETIVO

Apesar de ser um dos principais responsáveis pela recuperação no Campeonato Catarinense, Umberto Louzer fez questão de apontar os atletas como protagonistas da retomada e da conquista consequentemente.

– O título representa e muito a todos nós que estamos na Chape. Pegamos o clube em último lugar. Mérito é deles (atletas) que acreditaram e resgataram a confiança, e fomos premiados com o título. Os protagonistas são os atletas e os torcedores. Valorizo esse grupo que me abraçou muito bem. Precisávamos coroar com título pelos momentos difíceis que passamos. Eles tiveram lucidez e pés no chão – explicou Louzer.

O título também é o segundo do auxiliar Gabriel Remédio e o preparador físico Marcelo Rohling que também estavam presentes em 2018 na comissão técnica do Guarani.

– É bacana ter essa conquista novamente ao lado deles e agora com o Felipe (Endres). Aproveito também para agradecer toda a comissão, staff e diretoria que sempre deram o que precisamos para suprir nossas necessidades e facilitar nosso trabalho. Há realmente um sentimento de união com todos focados em um só objetivo – finalizou o técnico.

PARA SABER TUDO SOBRE OS TIMES DE SANTA CATARINA, SIGA O ESPORTE NEWS MUNDO NO TWITTERINSTAGRAM FACEBOOK.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

As últimas

Ao topo