Bahia

Dabove busca equipe ideal e exalta postura defensiva contra o Santos: ‘É muito importante essa regularidade defensiva’

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Santos e Bahia ficaram no empate em 0 a 0 na noite deste sábado (11), na Vila Belmiro em partida válida pela vigésima rodada do Brasileirão Série A. Mesmo as equipes finalizando muitas vezes á meta adversária, houve pouca eficiência que pudesse se resultar em gol mas o técnico argentino Diego Dabove, ressaltou a importância de uma regularidade defensiva para descobrir a equipe ideal.

– É sempre importante agarrar essa regularidade defensiva, porque a tranquilidade, a confiança e sobretudo o momento que estamos vivendo, e então se a equipe está faltando e leva três semanas, nada mais do que estamos trabalhando, claramente uma evolução próxima é vista – disse o treinador tricolor.


A partida contou com a estreia do meia esquerda Eugenio Isnaldo que chegou de
contratação juntamente ao Defensa y Justicia e para dar mais velocidade ao setor ofensivo do Bahia. Dabove diz que o atleta se saiu bem em sua estreia mas que ainda irá de adaptar ao ritmo dos outros atletas.

– Foi uma partida muito boa, sobretudo um bom primeiro tempo, depois obviamente
sabíamos que iria sentir o ritmo da partida e assim chegou, onde está se adaptando ao
clube, á cidade agora que precisamos entrar em campo, mas a verdade é que saímos,
estamos muito felizes, temos certeza que eles nos dão muito – pontuou.

O técnico ainda foi questionado sobre os dois tempos de jogos serem distintos e o motivo de Maycon Douglas e Daniel não estarem no mesmo time já que fizeram boa partida na vitória contra o Fortaleza.

– Sim, foram dois tempo distintos, o primeiro creio foi muito bom, o segundo nós custou mais controlá-lo contra uma boa equipe que se faz muito forte em casa também, e depois também que o grupo está parecido: Patrick, Daniel, Maycon Douglas, estamos muito parecidos e é o que queremos, hoje serão oito novos treinando e pela manhã no CT, e o que estamos procurando muita competição interna – enfatizou.

O técnico entrou com uma formação no 4-4-2 fez algumas mudanças na escalação com o estreante Isnaldo juntamente a volta de Gilberto, sem tirar da equipe Rodallega que surpreendeu a todos na rodada anterior com quatro gols. Dabove diz que a formação era o ideal para o que o jogo que fizeram no primeiro tempo e que possa ser usada na sequência de jogos.

– Sim, o que tentamos propor no primeiro tempo é o ideal que queremos, obviamente
sabemos que temos que corrigir distintas situações que vimos no primeiro tempo para que se sustente por mais tempo no jogo – finalizou.

O empate pouco resolve a situação das equipes na tabela, o Bahia chega a 22 pontos subindo momentaneamente para décima quinta posição, o Santos por sua vez permanece na décima terceira colocação com 23 pontos. O próximo compromisso do Bahia será no próximo sábado (18), contra o Red Bull Bragantino às 21 horas na Arena Fonte Nova em Salvador.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top