Cruzeiro

Daniel Jr. volta a treinar no Sub-20, empresário não descarta saída e diretor do Cruzeiro comenta renovação

Daniel Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Daniel Jr., um dos jovens da base do Cruzeiro que vem ganhado espaço no esquema de Paulo Pezzolano, deve ser desfalque no duelo deste domingo (22), no Mineirão, diante do Sampaio Corrêa. Isso porque o atacante voltou a treinar com a equipe Sub-20 da Raposa. Seu contrato de renovação ainda está sob indecisões.

A informação foi inicialmente divulgada pelo jornalista Samuel Venâncio, em seu canal no YouTube. Em entrevista ao podcast Superesportes Entrevista, o diretor de futebol Pedro Martins comentou o caso de Daniel Jr.

Segundo ele, o retorno do jovem atacante não tem relação com a situação contratual do atleta, mas sim com o fato de todos os processos da base agora ocorrerem na Toca da Raposa II, facilitando o movimento entre profissional e Sub-20.

Veja também: Casa cheia! Cruzeiro já tem 50 mil ingressos vendidos para jogo deste domingo

– Uma das maiores mudanças que a gente fez no início, na chegada aqui no Cruzeiro, foi acabar com esse aspecto de subir e descer, principalmente quando a gente fala de categoria sub-20 e profissional. Todas as rotinas do sub-20 acontecem na Toca II. Então, o processo de tirar um jogador do sub-20 para o profissional e tirar um jogador do profissional para o sub-20 acontece diariamente.

Sobre a renovação, o diretor de futebol do Cruzeiro declarou que o clube vem tratando o processo com cuidado – desde abril, mais precisamente –, já que Daniel ainda tem vínculo até 2023 e o clube prepara um plano de progressão de carreira para o jogador.

– Com relação à renovação de contrato, tem algumas que são mais rápidas, outras que são mais lentas. O caso do Daniel é um pouco mais tranquilo porque não é um contrato que está acabando. O clube está querendo valorizar o jogador. Está fazendo uma proposta de valorização, dentro de um plano de progressão de carreira para ele”, declarou. A ideia não é sair do zero para o 100. É mostrar, não só para o Daniel, mas para todos atletas que estão saindo do sub-20, que existe um plano de progressão. Conforme ele vai jogando, tomando o posto de protagonista no time principal, ele vai conseguindo se remunerar por isso. A gente remunera pelo desempenho, não antes.

SEGUNDO O EMPRESÁRIO…

Falando em renovação, o empresário de Daniel Jr., Diogo Silva, não está nada satisfeito com a demora das tratativas e muito menos com o fato de o atleta ter sido “rebaixado” para o Sub-20 do Cruzeiro. Em entrevista ao Donos da Bola, da Band, ele criticou a diretoria da Raposa e deu a entender que há interesse de outros clubes no passe do atleta.

– Não é um caso de imposição. Deu a impressão que foi assim: ‘Você quer? Se não quer, você desce pro sub-20’. Se é assim que eles negociam, não tem problema nenhum. Só vou pedir uma autorização, até para entender o que eles pretendem com o Daniel Jr. Na minha concepção, é um grande jogador, uma joia dos próximos anos pro Cruzeiro e pra seleção brasileira.

Veja também: Tá on! Cruzeiro assume liderança de engajamento semanal no Twitter

Diogo Silva, no entanto, reconheceu o esforço da gestão Ronaldo em organizar as finanças do clube, mas discordou do posicionamento do clube em relação a Daniel Jr.

– Acho que é importante essa nova gerência, esse novo comando tentar padronizar os jogadores da base. Só que o Daniel não é mais jogador da base. Ele foi em janeiro. Como é que um jogador da base faz todo o Campeonato Mineiro, faz dois gols, começa a Série B, joga, tem minutagem? Momento do jogador não é um momento de base. É momento de profissional. Ele é o 11º ou o 12º jogador da equipe. Daniel foi muito bem contra o Londrina, mudou o jogo contra o Remo, deu assistência para essa classificação. Não pode ser tratado como renovação de jogador sub-20.

Sobre o interesse de outras equipes, o empresário não deu nomes, mas deixou no ar.

– Vou te responder da maneira que vocês interpretam com sua sagacidade e inteligência. Um jogador da qualidade do Daniel, um meia esquerda, que dá chapéu, que dá assistência, que dá caneta, que tem personalidade, eu acho que alguns clubes grandes do Brasil podem estar interessados nele”.

Por fim, segundo o staff de Daniel Jr., ele estará em Belo Horizonte na próxima semana para buscar solucionar as questões contratuais de seu atleta. Caso não haja acordo, há chance de o jovem deixar a Toca.

– Se não houver um acordo, ele não é mais um jogador que tenha que jogar ou passar por algum processo no sub-20. Ele tem numeros, tem gols, tem assistências. É um jogador que performa no profissional. Ele vai treinar normalmente. Vou chegar na segunda-feira em BH para achar uma solução interna.

Daniel Jr. fez sua estreia com a camisa do Cruzeiro neste ano e já esteve em campo em 16 oportunidades, marcando dois gols e dando uma assistência. Somente na Série B do Campeonato Brasileiro, foram cinco jogos.

Para saber tudo sobre o Cruzeiro, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top