Campeonato Brasileiro - Série B

Daniel Paulista elogia a criação ofensiva, mas também critica o aproveitamento das chances após empate do Guarani

Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC

Após o empate do Guarani em Recife, na noite do último sábado (4), diante do Náutico, o técnico Daniel Paulista se pronunciou a respeito de suas impressões acerca da forma que o clube campineiro se portou em campo e como se deu a igualdade entre as duas equipes.

Apesar de pontuar erros nos momentos decisivos do Bugre, o comandante adotou um tom positivo acerca das iniciativas ofensivas da equipe e da postura dos jogadores em campo, frisando que a partida se mostrou muito equilibrada até a expulsão de Iago Dias.

“Eu acho que o jogo foi extremamente equilibrado, como você mesmo disse. Até a expulsão, as duas equipes tendo confrontos muito individualizados e um jogo de muita força física e de muito contato, que é uma característica da equipe do Náutico”

“A gente teve um volume de jogo no segundo tempo interessante, conseguiu empatar e conseguiu criar oportunidades para virar. Infelizmente, não fomos eficientes nessas bolas que conseguimos criar e saímos daqui com empate”

Novamente questionado acerca do aproveitamento das chances criadas, o técnico declarou que a partida se consolidou em um empate justamente pela falta de pontaria dos jogadores bugrinos, um “detalhe” que acabou fazendo toda a diferença.

“Nós criamos as oportunidades, mas pecamos nas finalizações, no último passo e, talvez, na melhor escolha. São situações que acontecem no futebol. Em um jogo tão truncado e de tanta força física, os detalhes são extremamente importantes”

+ Guarani não aproveita vantagem numérica e só empata com o Náutico

Ao final dos comentários acerca do empate, Daniel afirmou que, diante das circunstâncias, o aproveitamento de um ponto pode ser encarado como positivo, dada a qualidade que o Náutico apresentou/apresenta no campeonato e na briga pelo G4. Além disso, já projetou a preparação necessária para a próxima partida, diante do CSA.

“Pela dinâmica da partida, é um ponto que a gente faz fora de casa contra um adversário direto nessa briga, apesar de que o adversário ainda está na nossa frente. Como você disse, a gente agora tem que voltar as nossas forças para recuperação dos atletas”

“Conseguimos levar um pronto para casa. Vamos seguir trabalhando. Agora, temos um jogo duríssimo contra o CSA. Vamos procurar reunir forças para fazer uma bela partida e tentar buscar mais uma vitória dentro de casa”

TABELA

Em sétimo lugar e ostentando 34 pontos, o Guarani volta a campo pela Série B do Campeonato Brasileiro na próxima terça-feira (7), diante do CSA, no Brinco, às 16h.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top