Futebol Internacional

David Luiz e Leno são expulsos, e Arsenal perde para o Wolverhampton na Premier League

Nick Potts - Pool/Getty Images

O Arsenal visitou o Wolverhampton nesta terça-feira (dia 2) e venceu por 2 a 1, em confronto válido pela 22ª rodada da Premier League. Nicolas Pepé marcou para os visitantes. Rúben Neves e João Moutinho – a dupla portuguesa de volantes – fizeram os gols dos mandantes. Com o resultado, os Gunners estacionam nos 31 pontos e na 10ª colocação. Os Wolves chegam a 26 pontos, sobem uma posição e vão a 13º na tabela.

David Luiz foi expulso nos acréscimos do primeiro tempo após cometer pênalti em Willian José. A desvantagem numérica interferiu no placar final, já que os Lobos empataram a partida na cobrança do pênalti, e viraram no início do segundo tempo. Para piorar a situação, o goleiro Leno também recebeu cartão vermelho na segunda etapa e deixou seu time com dois jogadores a menos.

O Wolverhampton interrompeu uma sequência negativa de oito partidas sem vencer na Premier League. O Arsenal, por outro lado, deixou de alcançar a marca de oito partidas seguidas sem derrotas.

Trave, VAR, gols e expulsão

A primeira etapa foi bem movimentada, com boas chances de ataque para ambos os times. O Arsenal, no entanto, conseguia chegar com mais perigo e com uma frequência maior. Já aos 36 segundos, Thomas Partey lançou Saka nas costas do lateral Kilman. O ponta dominou, invadiu a área e acertou a trave. O próprio Saka balançou as redes aos 8′, mas Lacazette – autor da assistência – estava em posição irregular, e o VAR anulou o gol.

Pela esquerda, os Gunners tiveram duas grandes oportunidades de abrir o placar. Na primeira, o time de Mikel Arteta demonstrou o bom trabalho nos treinamentos e construiu a jogada no campo defensivo. Depois de a bola passar pelos zagueiros e pelos volantes, Cédric recebeu na ponta e cruzou fraco para dentro da área. Saka chutou forte, mas Rui Patrício fez a defesa. Aos 25′, Cédric, Smith Rowe e Pépé trocaram passes no lado do campo, e o camisa 32 rolou para o francês finalizar. Rui Patrício resvalou na bola e ela bateu no travessão.

O Wolverhampton, apesar de iniciar a partida em um ritmo menos intenso, conseguiu sair para o jogo e finalizou apenas uma vez a menos que o adversário. Leno fez duas defesas em chutes de longe de Semedo e Rúben Neves.

Foi o Arsenal, contudo, que abriu o placar. Aos 32′, Pépé roubou a bola de Semedo, encarou a marcação do próprio lateral português, passou por ele, deu uma caneta em Rúben Neves e bateu colocado de perna direita para marcar um bonito gol.

O cenário se transformou radicalmente nos acréscimos, quando Rúben Neves encontrou Podence entre as linhas, com a defesa desorganizada. O camisa 10 passou para o brasileiro Willian José, que ficou cara a cara com o goleiro. David Luiz, entretanto, chegou por trás e tocou nas pernas do compatriota. O árbitro Craig Pawson, além de assinalar o pênalti, expulsou o zagueiro. O VAR confirmou a decisão. Na cobrança, Rúben Neves bateu no ângulo, sem chance para Leno.

Golaço e segunda expulsão

Como já era de se esperar pela vantagem numérica, o Wolverhampton foi melhor no segundo tempo. Aos 49′, João Moutinho, de muito longe, arriscou o chute e marcou um golaço. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

O jogo continuou movimentado, mas as chegadas ao ataque, dos dois times, não resultavam em finalizações. Apenas aos 71′ é que houve mais um chute a gol. Willian José, assim como João Moutinho, tentou de longe. Dessa vez, Leno fez a defesa em dois tempos.

Um minuto depois, o goleiro alemão saiu da área para interceptar um lançamento de Semedo para Traoré. No entanto, Leno se atrapalhou e colocou a mão na bola. O árbitro puxou o cartão vermelho do bolso pela segunda vez na partida.

Depois disso, os Wolves aumentaram ainda mais a posse de bola e quase chegaram ao terceiro gol com Pedro Neto. Em dois momentos distintos, o português encarou a marcação no lado direito da grande área e chutou forte. Rúnarsson, reserva de Leno, fez duas boas defesas.

A equipe de Nuno Espírito Santo manteve o controle do campo e se cuidou para não levar o empate em contra ataques. Vitinha teve a oportunidade de matar o jogo nos acréscimos, mas o chute foi ruim e saiu pela linha de fundo.

Próximos compromissos

Ambas as equipes voltarão a campo no próximo fim de semana. No sábado (dia 6), o Arsenal viajará até Birmingham para enfrentar o Aston Villa. No domingo (dia 7), o Wolverhampton receberá o Leicester City.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top