Copa do Brasil

De olho na premiação para reduzir danos financeiros, Fluminense aposta todas as fichas na Copa do Brasil

FOTO: MARCELO GONÇALVES / FLUMINENSE F.C.

Com a eliminação precoce na Libertadores, o Fluminense teve um rombo financeiro na temporada. Para tentar amenizar isso, o Tricolor vai jogar todas as fichas na Copa do Brasil e na Sul-Americana. E a primeira missão é passar para às oitavas da Copa Continental do Brasil. A equipe de Fernando Diniz viajou até Goiânia para enfrentar o Vila Nova, logo mais, às 21h30, pelo segundo jogo da terceira fase, no Estádio Serra Dourada.

+Ganso tem lesão na coxa e desfalca o Fluminense contra o Vila Nova

Para avançar, o Fluminense precisa apenas de um empate simples já que venceu o primeiro confronto por 3 a 2, no Maracanã. Só por participar desta terceira fase da Copa do Brasil, a equipe do Rio já embolsou R$1,9 milhão e caso consiga chegar nas oitavas da competição, colocará no bolso mais R$3 milhões.

Além do dinheiro nos cofres, o jogo é importante para o técnico Fernando Diniz. O comandante Tricolor chegou no início deste mês e estreia na competição pelo Flu em busca do seu primeiro título de expressão como treinador.

+TJD-RJ altera multa do Flamengo por homofobia para cestas básicas e absolve o Fluminense por suposto racismo

Nos dois últimos anos, Diniz chegou longe na Copa do Brasil. Na temporada de 2020, o treinador, que estava no São Paulo, chegou até à semifinal da competição sendo eliminado pelo Grêmio. Já no ano passado comandando o Santos, foi derrotado nas quartas saindo do torneio para o Athletico-PR.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top