Atlético-MG

Ex-Cruzeiro, Dedé defende o Atlético na polêmica com o Boca: ‘Se fosse ao contrário, não falariam nada’

Foto: Bruno Cantini / Atlético

A confusão que aconteceu no Mineirão após o Atlético eliminar o Boca Juniors segue rendendo. Dessa vez, que falou sobre o assunto foi o zagueiro Dedé, ex-Cruzeiro, e que também já passou por uma polêmica quando enfrentou o clube argentino.

+ Opinião: Sempre sofrido e quase nunca Galo, hora de mudar o mantra

Em entrevista à ESPN, o zagueiro relembrou outros momentos em que o Boca foi beneficiado por erros de arbitragem, inclusive em um na qual ele foi o protagonista.

— Já foram muitos (érros a favor do Boca). Em 2013, contra o Corinthians, com a gente (Cruzeiro) em 2018. Estávamos bem no jogo e o juiz me expulsou sem lógica. A situação do jogo é momentânea, chega ali e reclama, daqui a pouco, mais para a frente, acontece com eles, eles vão falar.

Se fosse ao contrário, com o Atlético-MG, eles não falariam nada, o Atlético iria reclamar e eles ficariam argumentando – afirmou o defensor

Dedé também ironizou que quando aconteceu com ele, que foi expulso de forma injusta em jogo na La Bombonera, o Boca não falou nada a respeito. Na ocasião, a injustiça foi corrigida e o cartão vermelho foi anulado. Ele ainda citou que o que o Boca pode fazer é reclamar na Conmebol, e que o Atlético não tem culpa:

— Se errou, vai lá na Conmebol e reclama. Eu penso assim (risos). Vai lá nos caras e reclama, o Atlético não tem nada a ver com isso não.

+ Atlético informa reembolso do Boca após empréstimo por fiança de jogadores argentinos

O zagueiro também falou da confusão que a delegação argentina causou no estádio e se mostrou indignado com a situação: “Os caras chegarem dentro da sua casa e quebrarem tudo porque não aceita perder, isso é muita sacanagem.”

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top