Cruzeiro

Demitido pelo Cruzeiro, Pastana não teria recebido salários no período em que esteve no clube

Divulgação / Cruzeiro

Demitido nesta segunda-feira (4), após reunião entre Pedro Lourenço e Vanderlei Luxemburgo, Rodrigo Pastana, agora ex-diretor de futebol do Cruzeiro, não teria recebido salários no período em que esteve no clube, conforme apurou o Super.FC.

A manutenção do diretor na Raposa, ficou insustentável após Pedro Lourenço, principal patrocinador do time mineiro, disparar publicamente contra o trabalho realizado que vinha sendo realizado por ele.

-Não deveria nem ter passado na porta da Toca. Se não mudar muita coisa no Cruzeiro, não vai adiantar. Tem que mudar diretoria de futebol. Se não mudar, não tem meu apoio. Não vou ficar salgando carne podre -, disse Pedrinho em entrevista à Rádio Itatiaia.

Veja também: Rodrigo Pastana não é mais diretor de futebol do Cruzeiro

Rodrigo Pastana havia sido contratado em junho, após a demissão de Deivid. Por já ter trabalhado com Mozart, o gestor tinha a confiança do então comandante celeste, mas foi muito pressionado no período em que esteve no cargo.

Questionado sobre a situação, o clube reconheceu que possui pendências com seus funcionários, mas afirmou que não comentará casos específicos. Em comunicado, o Cruzeiro agradeceu Pastana pelos serviços prestados e desejou sucesso na sequência da carreira.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As últimas

To Top