Campeonato Paulista

Derrota no Dérbi 202 decreta saída de Gilson Kleina do comando da Ponte Preta

Foto: Álvaro Jr./PontePress

Logo após sofrer uma derrota expressiva diante de seu rival Guarani, na noite de ontem (19), pelo placar de 3×0, o comandante Gilson Kleina não se encontra mais como técnico da Ponte Preta. A decisão, tomada minutos após o apito final, foi comunicada na coletiva de imprensa pelo presidente da Macaca, Marco Antônio Eberlin.

“Peço desculpas à nação alvinegra pela partida que nossa equipe fez. Fiquei muito triste como qualquer torcedor da Ponte. Senti na alma o que aconteceu hoje. Queria informar que o Kleina não é mais o treinador da Ponte. Na madrugada de hoje vou contratar um novo treinador. Não vou responder perguntas hoje, nunca me furtei a isso, mas o momento é de reflexão e de mudanças”, disse o presidente.

Logo após o anúncio, Eberlin ainda revelou que o clube já estuda nomes disponíveis no mercado para assumir o cargo, dizendo que poderá haver um anúncio antes mesmo do início da semana. Entre as personalidades especuladas estão Umberto Louzer, ex-Chapecoense e Guarani que está livre no mercado desde sua passagem pelo Sport, que se encerrou em agosto de 2021; em Recife, comandou o Leão da Ilha por 22 partidas e conquistou seis vitórias.

Para saber tudo sobre o PONTE PRETAsiga o perfil do Esporte News Mundo no Twitter, InstagramFacebook.

Já pressionado no cargo antes mesmo de entrar em campo no Dérbi 202, Gilson Kleina não foi capaz de suportar sua terceira derrota seguida no Campeonato Paulista 2022, resultado que levou a Ponte Preta a se manter com sete pontos e como parte central da batalha contra o rebaixamento no estadual.

Contratado em maio de 2021, a mais recente demissão põe fim na quinta passagem do treinador pelo clube campineiro, na qual comandou a equipe em 42 oportunidades. O legado de Kleina, porém, segue cravado na história da equipe alvinegra, já que o técnico ocupa o quarto lugar na lista de treinadores que mais comandaram a Macaca, com 242 partidas.

+ Atuações ENM: Pedro Jr. e André Luiz cometem falhas e Ponte Preta é derrotada no Dérbi 202; confira as notas

“Queria que fosse diferente. Demito hoje um grande treinador, um grande pontepretano, uma pessoa que vestiu a nossa camisa como nunca, mas, diante dessa derrota vexatória, precisava dar uma resposta para a nação alvinegra. Não gostaria que fosse assim, mas é dessa maneira que vai ser. Não adiantam conjecturas, ilações. Só posso dizer que a dor que vocês estão sentindo, a minha dor é 100% maior”, finalizou Marco Antônio Eberlin.

AGENDA

Desviando o foco do estadual, o próximo compromisso da Ponte Preta será contra o Cascavel, na próxima terça-feira (22), às 19h, no Estádio Municipal Arnaldo Busato, em partida válida pela primeira fase da Copa do Brasil.

Click to comment

Comente esta reportagem

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As últimas

To Top